Economia

Maioria das empresas nega impacto empresarial da mudança horária

  • 23 de Outubro de 2009
  • 182 Visualizações, Última Leitura a 24 Setembro 2017 às 12:22
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A entrada no horário de Inverno, a partir de domingo, não afectará a maioria das empresas contactadas pela Lusa à excepção da Ericsson que admite impactos tanto a nível empresarial como pessoal.

Fernanda Tomás, responsável em Portugal da Ericsson, admitiu à Lusa que o facto de Portugal “estar numa zona horária distinta da grande maioria dos países europeus é um factor de desalinhamento que tem impacto na agenda empresarial”.

Este desalinhamento “só não limita a concretização de negócios porque temos uma extraordinária capacidade de adaptação e flexibilidade”, afirmou a empresa.

“Num mercado de trabalho cada vez mais ibérico, este desalinhamento tem também impacto a nível pessoal, obrigando a longas jornadas para poder abarcar o horário de ambos os países que compõem a península”, concluiu.

Fonte oficial da Cisco afirmou à Lusa que “o fuso horário não irá provocar quaisquer alterações no funcionamento da companhia”.

“O facto de sermos uma empresa global, onde a mobilidade impera, faz com que os problemas de fuso horário não existam”, explicou.

“Está estipulado por lei que, duas vezes por ano, devem ser efectuadas alterações no fuso horário, em Portugal e em todos os países em que a Cisco opera - muitos dos quais com mais de duas horas de diferença - logo é uma situação homogénea o que não provocará quaisquer modificações”, concluiu.

A Repsol afirmou à Lusa que a mudança de horário não tem “implicações relevantes” na sua actividade e a Portugal Telecom afirma estar preparada para os mais variados fusos horários.

“A Portugal Telecom está disponível para os seus clientes 24 horas por dia e com negócios em 13 países, com os mais variados fusos horários”, afirmou fonte da PT à Lusa.

“Toda a sua estrutura organizacional está preparada e organizada por forma a agilizar todos os seus negócios, independentemente da sua geografia”, acrescentou.

Os relógios vão recuar uma hora na madrugada do próximo domingo, dando início ao horário de Inverno, que se prolongará até Março de 2010, altura em que se regressa à hora de Verão.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Quatro? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos