Economia

Portos dos Açores receberam mais 6% de passageiros em trânsito

  • 7 de Outubro de 2009
  • 175 Visualizações, Última Leitura a 24 Agosto 2017 às 10:32
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Os cruzeiros sempre foram uma vertente turística importante no sector e que cada vez mais vão ganhando peso e cota de mercado. Os Açores, sendo um arquipélago vai recendo cada vez mais navios turísticos, até porque as condições para os receberem vão sendo igualmente maiores.
 
Apesar de num cenário nacional se ter registado um decréscimo de 3% nos passageiros em trânsito, de acordo com números da Associação de Portos Portugueses (APP), os Açores registaram um aumento de 6%, sendo o Porto de Ponta Delgada o que mais contribui para esta subida.

Funchal e Portimão foram os outros dois portos a nível nacional que registaram um aumento desse tipo de passageiros, fixando um crescimento de 4% e 227%, respectivamente. O porto do Funchal, pese embora ter o aumento em percentagem inferior dos três, foi o que mais cresceu em termos de números absolutos, liderando mesmo a nível nacional com um total de 204 105 passageiros.
 
Redução de escalas
 
Apesar de se ter verificado um crescimento de 1% do número total de passageiros que visitaram Portugal, registou-se um decréscimo de 5% no número de escalas de navios de cruzeiro, o que significa que os portos nacionais foram escalados por navios de maior dimensão. Na realidade, até Junho de 2009, foram realizadas 347 escalas contra as 367 contabilizadas em igual período de 2008.

À semelhança do ocorrido nos passageiros, os portos dos Açores, do Funchal e de Portimão foram os que registaram crescimentos no número de escalas com 3%, 2% e 64%, respectivamente. Também ao nível das escalas, a liderança pertenceu ao Funchal com 129 registos de escalas.
 
Mais passageiros em ‘turnaround’
 
No primeiro semestre de 2009, a Associação dos Portos de Portugal verificou um crescimento de 72% no número de passageiros embarcados e desembarcados nos portos dos Açores, Leixões, Lisboa, Funchal e Portimão. Na realidade, até Junho deste ano, 43 241 passageiros iniciaram/terminaram um cruzeiro nos portos nacionais, contra os 25 148 registados em igual período de 2008.

Dentro do segmento de turnaround foram os 22 864 passageiros embarcados que mais contribuíram para este incremento (+88%), apesar de os 20 377 passageiros desembarcados também terem registado uma variação positiva (+57%).

O crescimento exponencial ocorrido no segmento de turnaround ficou a dever-se, essencialmente, aos portos de Lisboa e de Portimão, apesar dos portos de Leixões e do Funchal terem registado, também, variações positivas nos passageiros em turnaround.

Quanto ao porto de Lisboa, é de referir o facto do operador de cruzeiros Pullmantur ter escolhido, pelo segundo ano consecutivo, Lisboa como porto base para um dos seus navios, o Atlantic Star, posteriormente substituído pelo Pacific Dream, que efectua, desde 5 de Abril, o itinerário “Jóias do Atlântico”, uma operação semanal com início e fim em Lisboa, oferecendo, também, a possibilidade aos turistas de embarcarem /desembarcarem no Funchal.

Relativamente a Portimão, é de salientar a primeira operação de turnaround realizada neste porto no passado dia 30 de Abril pelo navio de cruzeiros Princess Danae.

No que respeita ao segundo semestre de 2009, a APP prevê que o segmento de turnaround supere os valores alcançados no primeiro semestre, contribuindo para isso a primeira operação com início e fim no porto de Leixões, realizada pelo navio Princess Danae no passado dia 2 de Setembro.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Sete? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos