Economia

Açores com maior queda de proveitos de hotelaria do país

  • 15 de Setembro de 2009
  • 183 Visualizações, Última Leitura a 20 Setembro 2017 às 03:58
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Os Açores registaram em Julho deste ano, a maior queda de hotelaria do país, tendo decrescido em 14,1% nos seus proveitos, o que significa que os proveitos financeiros das instalações hoteleiras na região foram de cerca de sete milhões de euros.

Os dados foram hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística e mostram que no panorama nacional, as descidas são generalizadas, com a média portuguesa a revelar uma descida de 8,3%. O documento avança também que nos Açores, as maiores quebras registaram-se nos mercados dinamarquês e sueco, 27,9% e 18%, respectivamente.

Em termos de dormidas na Região, verificou-se que o decréscimo foi de 13,9%, tendo dormido cerca de 136 mil pessoas nos Açores, em Julho deste ano, face às 158 mil pessoas que pernoitaram na Região, em período homólogo do ano anterior.

Em termos de taxa de ocupação das unidades hoteleiras, assistiu-se a uma descida de 59% em Julho de 2008, para 50%, em Julho deste ano, tendo também baixado a estadia média, de 3.3 noites por turista, para 3.1 noites. Estes são, contudo, valores semelhantes à média nacional.

Também o rendimento médio por quarto baixou, de uma média de 46,1 euros por quarto em Julho de 2008, para 40,2 euros, em Julho de 2009.

Segundo refere o documento, a queda dos proveitos da hotelaria em Julho, embora menor que a queda média do ano, foi agravada pelas descidas de preços, devido às “campanhas de preços promocionais implementadas pelos estabelecimentos hoteleiros como resposta à crise.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Dois? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos