Economia

Ryanair e EasyJet ponderam voos “low cost” para os Açores

  • 17 de Agosto de 2009
  • 248 Visualizações, Última Leitura a 23 Novembro 2017 às 18:22
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *
A Ryanair, companhia aérea de baixo custo, revelou estar interessada em voar para os Açores e Madeira, segundo notícia publicada no semanário Sol. EasyJet também admite ponderar rotas. De acordo com a informação dada pelo jornal, a Ryanair iniciou já conversações com a ANA para operar  no aeroporto da Portela, em Lisboa.

A empresa irlandesa de voos de baixo custo pediu à ANA que reduza o tempo entre a aterragem e a descolagem, solicitando que seja  inferior a 25 minutos (entre a aterragem e descolagem).

Caso a empresa se instale mesmo no aeroporto de Lisboa, pretende explorar as rotas entre Porto e Lisboa, manifestando ainda interesse em voar para as regiões autónomas dos Açores e  da Madeira. 

A companhia EasyJet também admite a possibilidade de entrar no mercado aéreo açoriano.

Um representante da companhia aérea “low cost”, contactado pelo AO,  declarou estar  “constantemente à procura de rotas que tenham procura durante todo o ano, pelo que consideramos a possibilidade de voar para os Açores e, se o interesse for significativo, consideraremos operar voos na Região”.

Refira-se que as rotas desta companhia na Madeira têm revelado um crescimento significativo.

Segundo o Jornal da Madeira, foi registado um crescimento do total de passageiros transportados, de 8,7% em Julho do ano passado para 13,3% em Julho deste ano. A rota de Lisboa verificou um aumento de 22,5%.

Recorde-se que o ex-secretário da Economia, Duarte Ponte, revelou há  dois anos que existiam conversações com companhias aéreas de baixo-custo, entre as quais Air Berlim, Ryanair e EasyJet.

Porém, uma fonte da tutela, agora sob a responsabilidade de Vasco Cordeiro, disse ao nosso jornal que as companhias de baixo-custo não têm revelado interesse em operar voos para a Região, não existindo, portanto, actualmente conversações ou contactos a decorrer nesse sentido.

O AO contactou ainda a agência Abreu, a maior agência de viagens a operar em Portugal, sobre a eventualidade de companhias de baixo custo operarem voos para os Açores.

Um porta-voz afirmou não ter conhecimento de interesse manifestado por nenhuma companhia e a agência considera “imperativo sublinhar que o destino Açores já está bem servido por duas companhias de bandeira , a TAP e a SATA.”

A eventual entrada de mais companhias aéreas nas rotas para os Açores aumentaria a disponibilidade de lugares.

Isto além de poder potenciar a descida de preços praticados, mesmo que através de campanhas promocionais.

Quer os residentes, quer os turistas têm, por vezes, e em particular na chamada época alta (meses de Julho, Agosto e Setembro), dificuldades em reservar lugares, e a preços mais acessíveis.

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Sete mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos