Economia

Desemprego afecta 8500 açorianos

  • 17 de Agosto de 2009
  • 218 Visualizações, Última Leitura a 17 Dezembro 2017 às 19:40
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *
A taxa de desemprego nos Açores ascendeu aos sete por cento no segundo trimestre deste ano, segundo dados revelados esta semana pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Segundo as estatísticas do emprego relativas ao segundo trimestre de 2009, a Região conta com 8500 desempregados, numa população activa de 112 600 indivíduos.

O mesmo documento indica que, entre o primeiro e o segundo trimestres deste ano, ficaram sem emprego mais 500 açorianos, um crescimento de 0,3 pontos percentuais.

Ontem, em declarações à Antena 1 Açores, o director regional do Trabalho, Rui Bettencourt, minimizou estes dados, preferindo sublinhar o crescimento da população empregada nas ilhas na comparação com o primeiro trimestre de 2008.

Numa nota divulgada, ontem, pelo gabinete de apoio à Comunicação Social, o Governo Regional explica o aumento da taxa de desemprego pela variação da população activa em 1,1 por cento, “que absorveu a totalidade do crescimento do emprego, que, no último trimestre, aumentou 0,7 por cento”.

O executivo regional salienta ainda que, segundo dos dados mais recentes do INE, os Açores registam “o mais elevado volume de emprego até hoje” ocorrido no arquipélago.

Assim, no final de Junho, havia 112.596 trabalhadores empregados na Região, o que representa a criação de 2.139 empregos no último ano, dos quais 787 no último trimestre.

O executivo admite, no entanto, que este aumento do emprego “não foi suficiente para absorver a totalidade do aumento da população activa”, o que provocou o crescimento da taxa de desemprego.

“Mas, apesar do aumento da taxa de desemprego no primeiro semestre de 2009, verifica-se uma melhoria do mercado de emprego, numa tendência que se estima que possa ser reforçada no segundo semestre deste ano”, alega.

Apesar do aumento, os Açores mantêm-se como uma das regiões do País com as mais baixas taxas de desemprego. A taxa nacional no segundo trimestre deste ano situa-se nos 9,1 por cento (a mais alta dos últimos 23 anos - no primeiro trimestre de 1986, a taxa de desemprego ascendia aos 9,2 por cento).

Segundo o INE, o número de desempregados em Portugal utrapassou o meio milhão de pessoas. 

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Sete mais Nove? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos