Economia

Desemprego aumenta na zona euro com Portugal a acompanhar a tendência

  • 2 de Junho de 2009
  • 195 Visualizações, Última Leitura a 19 Outubro 2017 às 17:26
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A taxa de desemprego na zona euro subiu em Abril para 9,2 por cento, contra 8,9 por cento em Março, com Portugal a acompanhar a tendência, segundo os dados hoje divulgados pelo Eurostat.

A taxa, a mais alta nos países da moeda única desde Setembro de 1999, saiu acima das previsões dos analistas consultados pela agência de informação Bloomberg, que apontavam em média para 9,1 por cento.

Em Portugal a taxa de desemprego calculada pelo gabinete de estatística europeu aumentou para 9,3 por cento, mais duas décimas do que no mês anterior, mantendo a tendência de subida iniciada em Novembro último.

Na União Europeia no seu conjunto, a taxa de desemprego fixou-se em Abril nos 8,6 por cento contra 8,4 por cento em Março.

Em Abril de 2008, as taxas de desemprego eram de 7,3 por cento na zona euro e de 6,8 por cento na UE-27.

De acordo com o Eurostat, 20,825 milhões de homens e mulheres estavam no desemprego em Abril de 2009 na UE-27, dos quais 14,579 milhões na zona euro. Face a Março, o número de desempregados aumentou em 556.000 na UE-27, e de 396.000 na zona euro.

Face a Abril de 2008, há mais 4,653 milhões de desempregados na UE-27 e 3,100 milhões na zona euro.

Entre os Estados-membros, as taxas de desemprego mais baixas foram registadas na Holanda (3,0 por cento) e na Áustria (4,2 por cento) e as mais elevadas em Espanha (18,1 por cento), na Letónia (17,4 por cento) e na Lituânia (16,8 por cento).

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Dois mais Um? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos