Economia

Concessão de crédito na Zona Euro aumenta ao ritmo mais lento desde 1991

  • 29 de Abril de 2009
  • 289 Visualizações, Última Leitura a 18 Dezembro 2017 às 11:04
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O crédito às famílias e às empresas da zona Euro subiu em Março ao ritmo mais lento desde 1991, ano em que se iniciaram os registos, de acordo com os dados hoje divulgados pelo Banco Central Europeu (BCE).

Os empréstimos ao sector privado subiram 3,2 por cento face a igual mês do ano anterior, depois de uma progressão homóloga de 4,3 por cento em Fevereiro.

O crescimento do agregado monetário M3, que o BCE utiliza para avaliar a inflação futura, voltou a abrandar para 5,1 por cento, contra 5,8 por cento em Fevereiro.

O M3 é uma medida que indica a quantidade de liquidez disponível na economia num determinado momento, incluindo o dinheiro vivo em circulação, algumas formas de poupanças e as reservas do sistema monetário.

Nos três meses terminados em Março, o crescimento homólogo do M3 abrandou para 5,6 por cento contra 6,4 por cento nos três meses acabados em Fevereiro.

Os bancos europeus continuam prudentes na concessão de crédito depois de ter registado perdas superiores a 210 mil milhões de euros em depreciações de activos e créditos não recuperados, em consequência da crise financeira global, que desencadeou a maior crise económica do pós guerra.

Num contexto de aumento do desemprego, as famílias estão também a atrasar despesas maiores, enquanto do lado das empresas há uma contracção dos investimentos.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Um? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos