Economia

Exportações portuguesas caíram quase 30 por cento em Janeiro

  • 9 de Abril de 2009
  • 225 Visualizações, Última Leitura a 17 Dezembro 2017 às 02:26
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

As exportações portuguesas caíram 28,6 por cento em Janeiro deste ano face ao mesmo mês de 2008, enquanto no mesmo período as importações também recuaram 26,5 por cento, indicam dados divulgados hoje pelo INE.

Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), em Janeiro de 2009, Portugal importou bens no valor de 3.682 milhões de euros, uma quebra de 26,5 por cento face aos 5.012 milhões do mês homólogo de 2008.

Quanto às exportações, sofreram no mesmo mês uma queda de 28,6 por cento face a Janeiro de 2008. No que toca às saídas, o comércio intracomunitário foi o mais afectado, tendo sofrido uma quebra neste período de 29,6 por cento.

De acordo com o INE, "estas evoluções reflectem os sinais da crise económica que se vive a nível internacional". "Se no quarto trimestre de 2008 as quebras se fizeram sentir mais intensamente no mercado intracomunitário, é agora notório o alargamento dessa tendência ao mercado extracomunitário, com quebras acentuadas tanto nas importações como nas exportações", sublinha.

Analisando o trimestre terminado em Janeiro, as importações caíram 15,6 por cento enquanto as exportações recuaram 19,4 por cento, o que ainda assim resultou num desagravamento do défice da balança comercial.

"No período de Novembro de 2008 a Janeiro de 2009, as saídas de bens registaram uma diminuição de 19,4 por cento e as entradas de 15,6 por cento, face ao período homólogo do ano anterior, determinando um desagravamento do défice da balança comercial, dada a diferença de nível entre o valor das saídas e das entradas", indicou o INE.

No trimestre terminado em Janeiro passado, Portugal importou bens no valor de 12.627,3 milhões de euros e exportou no valor de 7.587 milhões de euros, o que resulta num saldo negativo de 5.040 milhões de euros.

Face ao saldo negativo de 5.552 milhões de euros registado no trimestre terminado em Janeiro de 2008, os números divulgados hoje pelo INE indicam um desagravamento do défice da balança comercial de 10,1 por cento (512 milhões de euros).

Analisando as exportações por meses, "em Janeiro de 2009 tanto o Comércio Intracomunitário como o Extracomunitário apresentaram, em termos homólogos, diminuições em ambos os fluxos, acentuando a tendência decrescente que vem sendo registada, sobretudo a partir de Outubro de 2008".

Por categorias económicas, "no período de Novembro de 2008 a Janeiro de 2009 destacam-se os decréscimos nas entradas de Material de transporte (-27,8 por cento), dos Combustíveis e lubrificantes (-23,8 por cento) e dos Fornecimentos industriais (-22,5 por cento), que neste último caso, se deve essencialmente à diminuição verificada na subcategoria dos produtos transformados (principalmente os “Metais comuns”)", adianta o INE.

Do lado das saídas, para o mesmo período em análise, "destacam-se os decréscimos das categorias dos Combustíveis e lubrificantes (-36,1 por cento), dos Fornecimentos industriais (-27,0 por cento) e do Material de transporte (-25,9 por cento), devido sobretudo à quebra verificada nas ´Partes, peças separadas e acessórios`".

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Cinco mais Dois? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos