Economia

Geotermia volta a suscitar interesse à General Electric

  • 1 de Abril de 2009
  • 255 Visualizações, Última Leitura a 23 Outubro 2017 às 11:03
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Depois de ter alienado a sua participação na Sogeo, a multinacional General Electric volta a demonstrar interesse em investir nos Açores na área da geotermia.

“Através da GE Energy também temos soluções nessa área e acredito que se os projectos estiverem de acordo com as especificações técnicas com alguma solução a nível global então podemos vir a cooperar”.

Ontem, em Ponta Delgada, no arranque do seminário que pretende dar a conhecer aos responsáveis da EDA um leque de novas soluções e novos produtos que fazem parte do programa ‘Ecomagination’, Duarte Ferreira, manager country da GE, assumiu que as perspectivas de mercado e da própria empresa, atendendo à evolução tecnológica, sofreram alterações que tornam agora o investimento nesse domínio mais atractivo.

“Temos agora soluções tecnológicas nessa área, não ao nível de operação e manutenção mas como fabricante de tecnologia”, justifica o manager country, alegando que “ no fundo, a GE quer posicionar-se, cada vez mais, como fabricante de tecnologia e como alguém que providencia uma solução tecnológica global mas que depois não tem de operar com um pós-serviço em algumas das áreas”. “A área de pós-serviço não é um domínio muito interessante de operar”, acrescenta. Quanto aos motivos que estiveram na base da “desistência” da GE quanto à participação na Sogeo , Duarte Ferreira apenas sustenta “ter-se tratado de uma decisão internacional”, invocando argumentos relacionados com a orgânica da multinacional.

Para além da geotermia, assume o manager, há também o interesse da GE em implantar uma estação fotovoltaica nos Açores. Contudo, “este género de investimento depende muito de existir ou não vontade política”, ressalva o responsável.

Não obstante o interesse nos referidos domínios, Duarte Ferreira assegura ainda que a primeira área é claramente a iluminação, seguindo os projectos eólicos e até a baixa tensão eléctrica, segmento que poderá tirar partido dos produtos da empresa que são produzidos na fábrica do Porto.

Para já, as atenções estão centradas no objectivo de aumentar a participação e presença da GE na Região, através, por exemplo, de parcerias com a EDA.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Sete mais Oito? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos