Economia

Confiança de empresários e consumidores caiu para novo mínimo em Março, mas melhorou em Portugal

  • 30 de Março de 2009
  • 246 Visualizações, Última Leitura a 23 Agosto 2017 às 00:40
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O índice de confiança dos consumidores e dos empresários continuou a cair em Março, tanto na zona euro como na União Europeia (UE) no seu conjunto, batendo novos mínimos, informou hoje a Comissão Europeia.

O indicador do Sentimento Económico (ISE) elaborado pelo executivo comunitário recuou 0,6 pontos na UE e 0,7 pontos na zona euro, para 60,3 e 64,6 pontos, respectivamente, abrandando o ritmo de queda evidenciado ultimamente.

O ISE encontra-se ao mais baixo nível desde que foi publicado pela primeira vez em 1985.

Para Portugal, os números da Direcção-geral dos Assuntos económicos e financeiros evidenciam uma melhoria da confiança em contra ciclo com a maioria dos parceiros europeus.

O ISE calculado por Bruxelas para Portugal estabeleceu em 66,5 pontos contra 61,2 no mês anterior, beneficiando de uma melhoria do sentimento na indústria, no consumo, no retalho e na construção, enquanto os serviços estabilizavam.

A tendência evidenciada difere da do Instituto Nacional de Estatística (INE) que divulgou também hoje o indicador de clima económico.

O índice caiu ligeiramente em Março, apesar da melhoria da confiança no sector da indústria, que recuperou do mínimo histórico do mês passado, ao mesmo tempo que as famílias acentuaram o pessimismo.

"Em Março, o indicador de clima económico manteve o movimento descendente observado desde Maio de 2008, embora diminuindo a um ritmo mais moderado", de acordo com os Inquéritos de Confiança divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Sete mais Oito? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos