Economia

Menos 20 mil litros na produção de vinho motivada por condições climatéricas adversas

  • 27 de Fevereiro de 2009
  • 289 Visualizações, Última Leitura a 17 Dezembro 2017 às 21:18
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A produção de vinho de castas europeias (Vitisvinifera) nos Açores deverá ser de cerca de 100 mil litros na campanha 2008/2009, menos 20 mil litros que a verificada na campanha anterior, indicam estimativas oficias.

De acordo com os dados disponibilizados pela Direcção Regional dos Assuntos Comunitários da Agricultura (DRACA), a que a Agência Lusa teve acesso, “a diminuição deve-se a condições climatéricas desfavoráveis”.

Aqueles dados, ainda por confirmar, indicam que a produção na ilha do Pico deverá ser idêntica à do ano anterior, prevendo-se uma redução de cerca de 40 por cento na ilha Graciosa enquanto na ilha Terceira a diminuição da produção ainda está por estimar.

As reduções verificadas nas ilhas Terceira e Graciosa devem-se ao mau tempo que assolou estas duas ilhas e danificou, sobretudo, as plantações de vinha localizadas junto à costa.

Nos Açores existem, nas ilhas Terceira, Graciosa e Pico, três regiões demarcadas para a produção de vinho, que comercializam cerca de duas dezenas de marcas de vinhos de mesa, licoroso e regional oficialmente reconhecidas.

As vinhas de castas europeias ocupam 17 por cento da área de produção total segundo dados da CVR-Açores.

A região produz ainda, com a autorização europeia até 2013, vinho de produtores directos (vinho de cheiro), cuja produção deste ano ainda não está contabilizada.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Nove mais Oito? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos