Economia

Empresários da Graciosa queixam-se dos transportes

  • 4 de Fevereiro de 2009
  • 258 Visualizações, Última Leitura a 21 Agosto 2017 às 00:38
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Os empresários da Graciosa querem alterar o sistema de transportes de mercadorias e pessoas para ilha. O tema será discutido na próxima semana num encontro entre o Núcleo Empresarial da Graciosa e a Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo.

Carlos Brum, presidente do Núcleo Empresarial, aponta os transportes como um dos principais constrangimentos ao desenvolvimento empresarial daquela ilha. “Já não recebemos mercadorias há uma semana”, exemplifica, alegando que só recebem carga marítima de 15 em 15 dias.

O Núcleo Empresarial da Graciosa considera mesmo que as ligações, aéreas e marítimas, para mercadorias e passageiros “são péssimas”. Carlos Brum lembra também do facto de não haver ligações aéreas que garantam a uma ligação a Lisboa no mesmo dia. “Ou na ida ou no regresso corremos o risco de passar uma noite nas ilhas Terceira ou S. Miguel”, explica.

Para este núcleo de empresários as ligações aéreas actuais colocam em causa o desenvolvimento turístico da Graciosa. “Um continental que queira vir à ilha para praticar mergulho durante um fim-de-semana” terá de sair de casa um dia mais cedo ou regressar um dia mais tarde devido aos horários das ligações aéreas.  

Em segundo plano, entre os assuntos que serão abordados, no próximo dia 10, com a Câmara do Comércio de Angra, surgem as questões relacionadas com a crise financeira mundial e os efeitos que esta poderá trazer “a uma economia frágil” como a da Graciosa. “Numa ilha com a dimensão populacional reduzida a viabilidade de qualquer iniciativa empresarial é sempre difícil”, considera.

Em relação à contestação das ilhas do triângulo à política de promoção turística da Associação Regional do Turismo (ART), Carlos Brum também concorda que o trabalho da Associação tem sido muito “virado para a Terceira”. Contudo, reconhece que a Graciosa só agora, com o novo hotel, tem condições para apostar forte na promoção.
 
Ouvir os empresários 
 
A Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH) vai promover encontros empresariais nas ilhas de S. Jorge e Graciosa.

Em São Jorge, a reunião com os empresários será na próxima sexta-feira, na Escola Profissional daquela ilha. Na Graciosa o encontro será no próximo dia 10 de Fevereiro, na Biblioteca Municipal de Santa Cruz.

Segundo nota informativa, o objectivo da Associação Empresarial das Ilhas Terceira, São Jorge e Graciosa é a apresentação aos empresários das vantagens em ser Associado da Câmara do Comércio, assim como a explanação dos projectos da Associação para 2009.

De acordo com o programa dos “Meetings Empresariais”, a CCAH vai entregar o “Cartão do Associado” e apresentar as “parcerias especiais” e o Cartão de Crédito CCAH.

Os portadores do “Cartão de Associado” passarão a dispor de condições únicas para acesso aos diferentes produtos do BCP, uma redução acentuada do valor pago pelos Terminais de Pagamento Automático (TPA) e medidas especiais de crédito à tesouraria com juros bonificados são outras regalias resultantes do protocolo assinado.

Os Associados passam ainda a dispor de um cartão de crédito especial que permite pagamentos acima dos dois mil e quinhentos euros e descontos em diversas empresas internacionais.

O projecto “Parcerias Especiais” consiste num conjunto de benefícios económicos objectivos para o empresário associado e que pode ser consultado no site da Associação (www.ccah.eu).

Nestes encontros, que têm início pelas 19 horas, serão, ainda, esclarecidas as medidas do governo regional de apoio ao empresariado da região.

A Câmara do Comércio destaca ainda o facto das reuniões estarem abertas a todos os empresários de São Jorge e Graciosa.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Sete mais Um? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos