Economia

Carlos César diz que a economia vai crescer a partir do primeiro semestre

  • 19 de Janeiro de 2009
  • 295 Visualizações, Última Leitura a 17 Novembro 2017 às 19:26
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O presidente do Governo Regional afirmou hoje que a economia açoriana vai entrar em "velocidade de cruzeiro" a partir do final do primeiro semestre de 2009, altura em que deverá estar em vigor o orçamento regional.

Os planos anuais de investimento da região são aprovados no parlamento açoriano no ano anterior àquele a que respeitam, mas a realização de eleições regionais em Outubro de 2008 determinou a alteração deste calendário.

"A aprovação do orçamento (regional) só deverá ocorrer no final de Março ou início de Abril e por isso muitos dos instrumentos de financiamento da despesa pública e apoio ao investimento privado só entraram em vigor no final do primeiro semestre", afirmou Carlos César.

Após uma audiência, em Ponta Delgada, com o secretário-geral da UGT, João Proença, o chefe do Executivo açoriano garantiu que o Governo Regional está a tomar medidas para acautelar os efeitos de crise económica internacional, que "não atingem a dimensão de outros países e mesmo no território continental".

"A tipicidade da nossa actividade económica, a nossa estrutura produtiva e de exportação implica também uma menor exposição a alguns factores determinantes desta crise", afirmou Carlos César, reconhecendo que o turismo, a construção civil e o pequeno comércio são os sectores mais afectados.

O Secretário-geral da UGT, João Proença, disse haver condições no arquipélago para que o impacto da crise seja menor do que no continente, embora assegure que "não há oásis em nenhum país do mundo ou região".

"Saímos desta reunião com a perspectiva que os Açores têm o mais baixo nível de desemprego do país e que há condições na região para que o impacto da crise seja menor do que no Continente", afirmou João Proença, para quem a crise não pode afastar as pessoas de preocupações fundamentais como a precariedade laboral.

A UGT realiza terça-feira, em Ponta Delgada, um seminário para analisar a situação económica e social no arquipélago.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Sete? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos