Economia

Banda larga duplica nas câmaras e administração

  • 31 de Dezembro de 2008
  • 290 Visualizações, Última Leitura a 18 Novembro 2017 às 21:33
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Os organismos da administração central e câmaras municipais com ligações em banda larga com pelo menos 2 Mbps (megabytes por segundo) duplicaram em 2008 face a 2005, anunciou  a Agência para a Sociedade de Conhecimento.
 
Segundo as conclusões de um inquérito ontem divulgado, todos os organismos da administração pública central e regional e as câmaras municipais dispõem de ligações à Internet.

Os organismos com ligações em banda larga superiores ou iguais a 2 megabytes por segundo representam 75 por cento dos organismos da administração central, o dobro de 2005.

No que respeita às Câmaras, esse valor atinge 84 por cento, mais do dobro de 2005. Nos organismos regionais dos Açores, a taxa de cobertura é de 42 por cento, oito vezes mais que em 2005, e na Madeira é 59 por cento, o triplo de 2005.

A interacção pela Internet para maior eficiência no atendimento de utentes ("guichet único") é oito vezes maior que em 2005 na administração central, representando 24 por cento dos organismos estatais, seis vezes mais nos Açores (29 por cento) e mais do dobro na Madeira (41 por cento).

As actividades de cooperação ou partilha de recursos através da Internet na administração central foram seis vezes superiores às de 2005 (30 por cento), seis vezes mais na Madeira (32 por cento), e cinco vezes mais nos Açores (24 por cento).

Tanto a administração central como os Governos Regionais dos Açores e da Madeira triplicaram a comunicação pela Internet com empresas (cerca de 80 por cento dos organismos).

A comunicação através da Internet com cidadãos na administração central foi quase o triplo de 2005 (77 por cento dos organismos), mais de três vezes que em 2005 nos Açores e Madeira (78 por cento).

Quarenta e oito por cento dos organismos da administração central fazem encomendas de bens e serviços pela Internet, o dobro em relação a 2005, e 28 por cento das câmaras municipais, mais do dobro de em 2005.

Nas câmaras municipais, as actividades que mais cresceram foram as compras electrónicas, mais de duas vezes que em 2005 (35 por cento das câmaras), e venda de bens e serviços, um aumento de 58 por cento.

O inquérito realizou-se entre Setembro e Novembro deste ano.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Um? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos