Economia

Economia açoriana cresce acima da média

  • 16 de Dezembro de 2008
  • 314 Visualizações, Última Leitura a 18 Dezembro 2017 às 22:32
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A economia açoriana cresceu, em 2007, acima da média portuguesa, revelam dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística.

Segundo o INE, o produto interno bruto (PIB) regional cresceu, o ano passado, em termos reais, 2,0%, contra 1,9% do resto do país. Dados referentes a 2007 indicam que a taxa de crescimento da economia regional foi, também, superior à da Madeira (1,6%), o que se verifica há já três anos consecutivos.

O conjunto dos dados publicados, ontem, permite fazer uma análise global do período que vai de 1995 a 2007,em que os Açores evidenciam a sua evolução favorável, no contexto geral do país.

Os Açores são a única região do país que, ao longo dos últimos 12 anos, registou taxas de crescimento positivas, que se  foram acentuando, desde 2001, num ritmo de crescimento sempre superior ao nacional, o que resultou na convergência da economia dos Açores para a média nacional.

De acordo com os dados do INE,  os Açores registaram ainda, em 2007, um crescimento líquido da população empregada, ao contrário do resto do país, onde se verificou uma redução do emprego, tendo a população residente aumentado em relação à média nacional.

Relativamente à União Europeia e em termos de PIB per capita, medido em paridades de poder de compra (PPC), os dados publicados mostram que os Açores têm registado uma convergência significativa durante o período divulgado, atingindo já 68% da média da produção europeia a 27 países.

Desde o ano 2000 que os Açores têm registado um crescimento económico superior, em sete pontos percentuais, aos 15 países mais desenvolvidos da Europa e um crescimento superior, em cinco pontos percentuais, em relação à média da União Europeia.

Foram também divulgados pelo INE os valores para o Rendimento Disponível das famílias para o ano de 2006. As famílias açorianas registaram, em 2006, um crescimento de 4,3% dos seus rendimentos, valor igualmente superior à média nacional, obtendo, nesse ano, um rendimento per capita de 9.678 euros, o que representa 96% da média nacional, sendo superior aos das famílias das regiões do Norte, Centro e Alentejo.

Os dados divulgados pelo INE revelam que há uma evolução positiva do arquipélago açoriano, tanto no contexto nacional, como a nível europeu.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Quatro mais Dois? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos