Economia

Preços estão acima do nível de riqueza do país

  • 13 de Dezembro de 2008
  • 259 Visualizações, Última Leitura a 19 Setembro 2017 às 15:17
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O preço dos bens e serviços em Portugal é mais elevado do que deveria ser face ao seu Produto Interno Bruto (PIB) per capita em Paridade de Poder de Compra com os 27 países da União Europeia (UE).

Os dados são do Eurostat, referem-se ao ano de 2007 e estão também publicados pelo Instituto Nacional de Estatística. O PIB per capita de Portugal estava a 76,2 por cento da média comunitária, mas na mesma paridade, o nível de preços subia para 81 por cento da média comunitária a 27 países. Ou seja, para o nosso nível de riqueza deveríamos ter preços mais baixos, o que se reflecte no nível de vida real das pessoas. Para se ter uma ideia de como Portugal está neste momento desajustado no seu nível de vida, tomemos dois exemplos: o da República Checa, que para um PIB per capita superior ao português (80,3 por cento), tem no entanto um nível de preços ainda bastante inferior (62 por cento) e o exemplo da vizinha Espanha, que para um PIB per capita muito acima do português (105,5 por cento) tem no entanto um nível de preços que até se aproxima do português (89 por cento).

Mas nem tudo nos dados do Eurostat a 37 países é mau para Portugal. Para quem gosta de dizer que Portugal “é dos países mais pobres da Europa”, há que reconhecer que o nosso 22º lugar em 37 países, ao nível do PIB per capita ainda nos coloca bem à frente de países como a Polónia (com 53,4 por cento da média comunitária a 27), das emergentes Croácia ou Turquia e “anos-luz” à frente do caso paradigmático de pobreza na Europa, o da Albânia, que está nuns impressionantes 23,7 por cento de PIB per capita face à média comunitária a 27 países.

Claro que a prestação da economia portuguesa poderia ser melhor, pois Portugal viu em apenas três anos a República Checa passar à sua frente e a velha rivalidade com a Grécia, pelo menos em termos de PIB per capita, parece cada vez mais uma batalha perdida, pois os gregos já estão a 95 por cento do PIB per capita da UE a 27.

Entre as curiosidades deste verdadeiro ranking económico europeu está sem dúvida o Luxemburgo, que é o líder destacadíssimo com uns impressionantes 266,6 por cento da média comunitária do PIB per capita a 27 países, à frente da Noruega (178,6 por cento) e da Irlanda (150,4 por cento). E o que mais impressiona é que enquanto os noruegueses e mesmo os irlandeses têm um nível de preços muito elevado (136 e 117 por cento da média comunitária respectivamente), o Luxemburgo até tem um nível de preços de “apenas” 114 por cento da média comunitária. Em termos de preços, a Islândia é o país mais proibitivo em toda a Europa, com um nível de preços que está a 158 por cento da média comunitária a 27 países e praticamente ao dobro dos preços médios praticados em Portugal. Por fim, refira-se que o PIB per capita da Alemanha é apenas o 13º numa lista de 37 países europeus.

Açores estariam logo abaixo de Portugal

Se os Açores pudessem ser considerados no ranking do PIB per capita em Paridade de Poder de Compra numa Europa a 37 países, ocupariam em 2006 com os seus 67 por cento da média comunitária a 27 o 23º lugar da lista, logo abaixo de Portugal e à frente de países como a Eslováquia, a Hungria ou a Polónia.

Uma classificação relativamente boa, embora também haja países bastante pequenos em área e com menos de 500 mil habitantes, como Malta ou Luxemburgo, que estão bastante à frente dos Açores.

O PIB per capita dos Açores estava em 2006 a 90 por cento da média nacional, com um valor à volta dos 3,2 mil milhões de euros. Quer isto dizer que se produz nos Açores 13,2 mil euros por ano por cada habitante, o que coloca a Região à frente do Norte e do Centro.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Sete mais Dois? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos