Economia

Governo reforça capital da “Ilhas de Valor”

  • 16 de Junho de 2008
  • 302 Visualizações, Última Leitura a 21 Novembro 2017 às 15:21
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *
O Governo Regional decidiu aumentar, em quatro milhões de euros, o capital da “Ilhas de Valor”, uma sociedade anónima de capitais públicos criada para promover a dinamização económica nas ilhas de S. Maria, S. Jorge, Graciosa, Flores e Corvo.

A operação de reforço de capital da empresa será assegurada pelo Fundo Regional de Apoio à Coesão e ao Desenvolvimento Económico, nos termos de uma Resolução aprovada no Conselho de Governo realizado terça-feira, em Santa Cruz das Flores.

Segundo explicou, hoje, o secretário regional da Presidência, a medida visa dotar a “Ilhas de Valor, SA” de meios financeiros suficientes para prosseguir o seu objecto social e desenvolver diversos projectos, entre os quais os da construção de dois hotéis de quatro estrelas nas ilhas Graciosa e Flores.

Vasco Cordeiro anunciou, também, a adjudicação, por 5,7 milhões de euros, das obras de construção do hotel na Ilha Graciosa.

A implantação da nova unidade hoteleira, a executar no prazo de um ano, foi adjudicada ao consórcio Tecnovia/Edifer/Lena Construções.

Em relação ao hotel na ilha das Flores, a abertura das propostas para a realização do empreendimento decorreram na segunda-feira, indicou.

O Conselho do Governo decidiu, ainda, encarregar a “Ilhas de Valor SA” de promover o desenvolvimento das actividades turísticas associadas ao termalismo e ao turismo de natureza.

Nesse quadro, a sociedade foi incumbida de acompanhar e desenvolver os investimentos previstos para os projectos termais da Ferraria e do Carapacho, nas ilhas de S. Miguel e Graciosa, respectivamente, e o projecto do Parque de Campismo das Queimadas, em S. Miguel.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Seis mais Quatro? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos