Economia

Transporte de animais e pranchas mais caro na SATA

  • 27 de Abril de 2011
  • 867 Visualizações, Última Leitura a 24 Julho 2017 às 08:52
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O preço do transporte de animais domésticos na cabine aumentou 40 por cento, uma alteração que  no caso do porão chega a atingir o dobro do valor anterior.

A SATA passou a cobrar uma taxa de 7 euros por quilo em vez dos anteriores 5 euros por quilo pelo transporte de animais na cabine.

Assim, por exemplo, um animal doméstico de 7 quilos que antes pagava 35 euros passa a pagar 49 euros, o que equivale a um aumento de 40 por cento no preço.

No caso do transporte de um animal no porão que antes custava 5 euros por quilo passa agora a custar  7 euros por quilo, mais uma taxa única de 30 euros.

Por exemplo, um animal de 10 kg que antes pagava 50 euros, passa agora a pagar 100 euros, ou seja, o dobro.

Também as pranchas para prática de desporto que antes podiam ser transportadas gratuitamente, desde que o comprimento fosse menor que 1,5 metros, passam agora a pagar 35 euros, tendo o valor para outras medidas também sido actualizado.

Estes aumentos que abrangem todo o excesso de carga entraram em vigor a 13 de Abril.

Fonte da companhia aérea justifica as alterações com o aumento no preço dos combustíveis, a aplicação de recomendações da IATA no sentido de aplicar a taxa de excesso de bagagem mais alta em percursos que envolvam mais do que uma companhia aérea e o facto de a SATA estar a seguir a tendência de mercado de aumento do valor das taxas.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Nove? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos