Economia

Patrões do comércio pedem ao FMI para travar salário mínimo

  • 19 de Abril de 2011
  • 276 Visualizações, Última Leitura a 17 Novembro 2017 às 20:59
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) vai propor que o salário mínimo nacional (SMN) não seja actualizado para os 500 euros este ano, ao contrário do objectivo traçado no final de 2010 entre o Governo e os parceiros sociais.

Esta será uma das propostas que o presidente da confederação, Vieira Lopes, vai apresentar amanhã na reunião com a delegação do FMI, Comissão Europeia e Banco Central Europeu (BCE).

Depois de ontem os elementos da ‘troika' composta pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), Comissão Europeia e Banco Central Europeu (BCE) se terem reunido no Ministério das Finanças com o ministro Fernanto Teixeira dos Santos e com o governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, hoje deverão ocorrer reuniões com partidos políticos (ver texto em baixo) e as centrais sindicais.

As reuniões de hoje também vão decorrer no Ministério das Finanças, tal como amanhã, quando os elementos da ‘troika' receberem a CIP - Confederação Empresarial de Portugal, a Confederação dos Agricultores Portugueses (CAP), a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) e os representantes da Confederação do Turismo Português (CTP).

Temas como o aumento do salário mínimo nacional, revisão das leis laborais e medidas de apoio às empresas serão alguns dos temas em discussão.

A ronda negocial promete não ser pacífica com o patronato a tentar forçar antigas reivindicações que pretendem flexibilizar o mercado laboral e com os sindicatos a tentarem minimizar as medidas de austeridade.

Isto num ambiente em que as taxas de juro da dívida portuguesa continuam a aumentar, agora, com a forte influência dos receios de que a Grécia seja obrigada a reestruturar a sua dívida e que Irlanda e Portugal lhes possam seguir.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Cinco mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos