Economia

Proposta de Jornadas do Comércio e Serviços da Praia

  • 5 de Abril de 2011
  • 238 Visualizações, Última Leitura a 17 Agosto 2017 às 07:43
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória propôs ontem à Mesa de Comerciantes da Praia da Vitória a realização de Jornadas de Comércio e Serviços da Praia da Vitória.

Roberto Monteiro, que falava na reunião entre o Executivo Municipal e a Mesa de Comerciantes da Praia da Vitória, que decorreu no final da semana passada no Salão Nobre dos Paços do

Concelho, sublinhou a importância dos investidores privados na dinamização do tecido empresarial do concelho, em particular do comércio e serviços.

“As Jornadas de Comércio e Serviços da Praia da Vitória, estão nesta altura a ser analisadas pela Mesa. Parece-nos uma proposta interessante na medida em que as Jornadas Agrícolas têm provado o sucesso deste tipo de evento.

A autarquia propôs o conceito à Mesa, sendo que os temas e oradores devem ser escolhidos pela Mesa, de forma a responder às preocupações dos empresários da cidade”, sublinhou Roberto Monteiro.

"Segundo dados de 2009, o tecido empresarial da Praia da Vitória é composto por 450 empresas e emprega 2767 trabalhadores, representando 7,2% do tecido empresarial regional e 31,7% do tecido empresarial da Ilha Terceira.

Estes números apontam para a importância do sector privado, um sector fulcral e motriz para se ultrapassar períodos económicos difíceis", referiu o autarca praiense.

"A Câmara Municipal tem colocado em prática um vasto apoio ao comércio e serviços.

O “masterplan”, um estudo ao comércio e serviços da cidade, diagnosticou as tipologias de negócio em excesso e em falta, assim como procedeu a uma consultadoria individual aos comerciantes, tendo-se analisado os estabelecimentos, tipos de produtos e a procura existente na cidade.

O “diagnóstico energético”, uma parceria com uma empresa local, consiste num relatório realizado a cada empresa aderente, sobre a sua eficiência energética, soluções e alternativas à potencialização da capacidade energética instalada.

O “diagnóstico energético” tem diminuído custos fixos na factura da electricidade da empresas", realçou Roberto Monteiro.

"A implementação do Plano de Mobilidade no inicio de 2011 e as alterações já anunciadas pretendem responder às necessidades do comércio e serviços da Praia da Vitória, foi assim que surgiu o Tarifário Trabalhador da Cidade e a oferta de 45 minutos de estacionamento para os clientes do comércio e serviços", afirmou o autarca praiense.

Na reunião foram ainda abordadas outras preocupações da Mesa de Comerciantes, tendo-se avançado para soluções a curto e médio prazo.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Nove mais Seis? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos