Economia

Políticas de emprego apresentadas em Paris

  • 4 de Abril de 2011
  • 248 Visualizações, Última Leitura a 23 Setembro 2017 às 19:55
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O modelo dos Açores é descrito como “apaixonante, num território ensinante e inovador” e um “cartaz de progresso na promoção do emprego vindo de um pequeno território”. “É um exemplo de uma política integrada de emprego”.

O Director Regional do Trabalho, Qualificação Profissional e Defesa do Consumidor, Rui Bettencourt, apresenta quarta-feira, em Paris, as políticas de emprego açorianas aos alunos do Master de Ciências do Trabalho da Universidade de Paris – CNAM, a convite do docente responsável daquele diploma, professor Jean Luc Ferrand.

O Plano Regional de Emprego dos Açores para 2010 – 2015 é um dos oito temas de estudo do programa de Master Europeu, onde é descrito como “exemplo de uma política integrada de emprego”.

Já o perito americano em estratégia, Joseph Coates, no editorial da revista americana, Technological Forescasting & Social Change, sobre políticas públicas mundiais, publicado no último mês de Novembro em Nova Iorque, Oxford, Filadélfia, Amesterdão e Paris, considera o caso açoriano como um “cartaz de progresso na promoção do emprego vindo de um pequeno território”.

Também o perito europeu de políticas de emprego e qualificação profissional, Guy Le Boterf, através de uma correspondência dirigida ao Director Regional do Trabalho, reagia à publicação da abordagem açoriana na revista de especialidade Education Permanente, divulgada em Novembro passado, dedicada às políticas regionais de qualificação profissional, considerando a experiência dos Açores “apaixonante, num território ensinante e inovador”.

Recorde-se, ainda, que num estudo recente de âmbito internacional, os Açores foram considerados a região com menor desemprego da península ibérica.

“O Plano Regional de Emprego dos Açores suscita, assim, curiosidade e interesse, num momento em que vários países e regiões europeias se interrogam sobre novos paradigmas para as políticas de emprego”, conclui Rui Bettencourt.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Quatro? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos