Economia

Abastecimento a partir das ilhas é impossível

  • 30 de Maio de 2008
  • 313 Visualizações, Última Leitura a 18 Novembro 2017 às 23:27
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *
O presidente da Federação das Pescas dos Açores afirmou ser "impossível" o abastecimento do mercado nacional a partir das ilhas para colmatar a falta de pescado devido à paralisação do sector, a partir de sexta-feira.
Nos Açores os pescadores já declararam que não vão aderir para já à greve da frota de pesca continental, alegando que o preço dos combustíveis é mais baixo nas ilhas do que o valor praticado a nível nacional.

    "É impossível do ponto de vista material o abastecimento a partir dos Açores", frisou à agência Lusa o dirigente associativo Liberato Fernandes, que garantiu não ter recebido até ao momento contactos neste sentido.

    Segundo explicou, devido à dimensão da frota açoriana e tendo em conta que grande parte das espécies capturadas e exportadas, estão sujeitas a quotas, é totalmente errado cobrir a paralisação a partir dos Açores.

    Além disso, acrescentou que grande parte do peixe adquirido nas lotas do arquipélago está pré-comprado.

    "Representamos menos de 10 por cento da descarga nacional de peixe, ou seja, uma pequena percentagem da pesca nacional", sustentou Liberato Fernandes.

    Admitindo um aumento na procura do peixe congelado, o presidente da Federação das Pescas dos Açores considerou que a escassez no abastecimento "poderá começar a fazer sentir-se a partir da próxima semana".

    Solidária com a paralisação geral, a Federação das Pescas reúne hoje à noite, na ilha Graciosa, um encontro onde serão decididas eventuais acções a tomar.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Três mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos