Economia

Negócios no comércio registam maior queda do ano em Novembro

  • 30 de Dezembro de 2010
  • 232 Visualizações, Última Leitura a 21 Agosto 2017 às 15:44
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Em termos homólogos, o índice de volume de negócios recuou 4,8% em Novembro, quando no mês anterior caíra 1,2%. É a maior queda desde, pelo menos, há um ano. Produtos alimentares sofreram o primeiro recuo de 2010.

Segundo dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a redução do índice agregado do volume de negócios no comércio resultou de variações homólogas negativas em ambos os agrupamentos, produtos alimentares e não-alimentares.

No caso dos alimentares, a descida foi de 1,6%, que compara com uma subida de 2,2% em Outubro, o que traduz também o primeiro recuo desde, pelo menos, Novembro de 2009.

Também o agrupamento dos bens não-alimentares sofreu a redução mais acentuada do ano, com o volume de negócios a cair 7,6% em Novembro, mais do que os 4,2% observados no mês precedente.

As taxas de variação homóloga dos índices de emprego e de horas trabalhadas ajustadas dos efeitos de calendário, situaram-se ambas em -0,1%, enquanto a do índice de remunerações foi de -0,3%, acrescenta o INE.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Quatro mais Sete? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos