Economia

Plano para estimular o comércio em Angra

  • 29 de Dezembro de 2010
  • 225 Visualizações, Última Leitura a 20 Agosto 2017 às 07:50
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo está a desenvolver um projeto baseado em oito eixos de atuação para dinamizar o comércio tradicional.

De acordo com Sandro Paim, presidente do organismo, trata-se de um plano a apresentar no primeiro trimestre de 2011 e a desenvolver nos próximos anos.

O projeto da Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo prevê, acima de tudo, a renovação da imagem do comércio tradicional no que diz respeito ao vitrinismo, por exemplo.

"Estamos a trabalhar em novas formas que permitam os comerciantes aproximar-se do consumidor", diz adiantando que "o projeto está a equacionar alterações nas montras e na apresentação de produtos, nos horários de funcionamento e nas campanhas que se vão realizando ao longo do ano".

Entre as alterações poderá estar, por exemplo, a abertura das lojas durante a hora de almoço e o prolongamento da hora de fecho.

Ainda assim, Sandro Paim frisou que este o plano, por si só não, não será suficiente para ajudar os comerciantes."É preciso re-estruturar o urbanismo comercial", considera o responsável.

Neste sentido, adianta, o Governo Regional também terá de desempenhar um papel preponderante no apoio aos empresários. "Se exigimos aos empresários um esforço acrescido de inovação, também temos de lhes dar capacidade de investimento", disse a DI.

Num cenário como este, considera Sandro Paim, a banca tem de ser parceira dos empresário e o sistema de incentivos tem de ser alterado.

Para além disso, adianta o responsável pela Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo, é necessário que as câmaras municipais animem as suas ruas, desenvolvendo o fluxo de vendas nos centros urbanos. "É um esforço conjunto e que depende de muitos fatores", sustenta.
 
Sandro Paim crê que os comerciantes da ilha Terceira estão preparados para receber as alterações e as novidades do projeto que a Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo está a desenvolver.
 
Prova disso, é o facto de a maioria das lojas do comércio tradicional terceirense não ter fechado na passada segunda-feira. "Isso mostra que os empresários estão atentos e preocupados, que sabem da necessidade de manter as portas abertas para, pelo menos, colmatar os custos de funcionamento da própria empresa", conclui o presidente da Câmara de Comércio.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Nove? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos