Economia

Profissionais de informação turística com actividade regulada

  • 15 de Outubro de 2010
  • 240 Visualizações, Última Leitura a 22 Novembro 2017 às 16:30
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A actividade dos profissionais de informação turística na Região vai passar a ser regulada.

Esta iniciativa governamental tem como objectivo ordenar uma actividade "que vinha a ser desempenhada por profissionais não habilitados, não possuidores de carteira profissional ou com competências desadequadas e desactualizadas”.

A proposta da tutela, apresentada pelo secretário regional da Presidência, André Bradford, estabelece que “o exercício da actividade de profissional de informação turística fica condicionado à titularidade de certificado de aproveitamento em curso de formação e à posse de carteira profissional atribuída pelo departamento governamental com a tutela do Trabalho.

Nos termos desta proposta de Decreto Legislativo Regional, “apenas os guias intérpretes nacionais e os guias intérpretes regionais podem, para além da visita a museus, palácios e monumentos nacionais, acompanhar turistas a Cidades e locais classificados como património da Humanidade, ao Património natural e cultural classificado como Monumento ou Tesouro Regional ou de interesse público que conste do registo regional de bens culturais”, refere o Governo Regional em comunicado de imprensa.

Está também previsto neste diploma a criação de um regime excepcional, de natureza transitória, para os profissionais "que actualmente não se encontrem devidamente certificados o possam fazer, desde que demonstrem o exercício ininterrupto da profissão".

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Três mais Nove? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos