Economia

Transmaçor afasta responsabilidades na quebra de passageiros

  • 18 de Agosto de 2010
  • 260 Visualizações, Última Leitura a 24 Novembro 2017 às 05:37
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A empresa de transporte marítimo Transmaçor afastou hoje qualquer responsabilidade no decréscimo registado nos passageiros que viajaram entre as ilhas dos Açores, frisando que está a cumprir o contrato de serviço público.

“Em relação às rotas Horta/Madalena e Horta/Madalena/S. Roque/Velas, a Transmaçor está a cumprir em pleno o estipulado no contrato”, refere a empresa, num comunicado hoje distribuído.

Neste documento, a Transmaçor salienta que realizou durante o primeiro semestre deste ano “mais 125 viagens do que em igual período do ano passado”.

Na rota Horta/Madalena, que liga as ilhas do Faial e do Pico, a empresa realizou 757 viagens nos primeiros seis meses deste ano, mais 21 do que no mesmo período do ano passado.

Na rota Horta/Madalena/S. Roque/Velas, que liga as ilhas do Faial, Pico e S. Jorge, a Transmaçor afirma ter realizado 211 viagens entre janeiro e junho deste ano, quase o dobro das que realizou no primeiro semestre de 2009, quando efetuou 107 viagens nesta rota.

O Serviço Regional de Estatística revelou na segunda feira que o número de passageiros embarcados nos portos dos Açores para viagens entre as ilhas do arquipélago registou uma quebra de 1,2 por cento no primeiro semestre deste ano, face ao mesmo período de 2009.

Os dados oficiais indicam que esta descida foi originada pela quebra ocorrida nos portos de S. Jorge, Pico e Faial, as denominadas Ilhas do Triângulo.

Por outro lado, nos portos de S. Miguel, Santa Maria, Terceira e Graciosa verificou-se, na primeira metade do ano, um crescimento generalizado de embarques.

Entre janeiro e junho viajaram de barco entre as nove ilhas açorianas 160 082 passageiros, contra 161 902 no mesmo período de 2009.


 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Dois mais Sete? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos