Economia

Marinha fiscaliza actividades marítimas

  • 16 de Agosto de 2010
  • 240 Visualizações, Última Leitura a 22 Agosto 2017 às 03:20
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O comando local da Polícia Marítima, revelou hoje que foi efectuada, no passado dia 12, uma operação de fiscalização direccionada à actividade marítimo-turística e de pesca profissional.

Durante a operação, realizada pela Marinha, foram detectadas três situações de pesca em local proibido e uma embarcação de actividade marítimo-turística com o certificado de navegabilidade caducado.

Esta embarcação encontrava-se na marina de Pêro de Teive e preparava-se para sair para o mar com turistas a bordo quando foi abordada pela Marinha, que verificou que o certificado de navegabilidade da empresa estava caducado.

A empresa fica agora sujeita à aplicação de uma coima que poderá ir de 75 a 750 euros.

Já as embarcações de pesca foram autuadas por não terem os palangres devidamente sinalizados nem identificados, tendo sido apreendidos pela autoridade marítima e tendo o peixe sido entregue na lota.

Além disso, um dos palangres, provido de anzóis grandes, estava localizado a menos de 50 metros da costa, constituindo um perigo para eventuais pescadores submarinos.

Este tipo de infracção é punido com coima de valor entre 300 e 17.750 euros.

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Nove mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos