Economia

Açores podem ficar de fora na promoção de produtos a nível internacional

  • 21 de Julho de 2010
  • 215 Visualizações, Última Leitura a 26 Setembro 2017 às 12:54
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Os deputados do PSD/Açores no parlamento açoriano remeteram ontem ao Governo Regional um requerimento sobre se a entidade de âmbito nacional que vai fazer a promoção de internacional das frutas, legumes e flores produzidos em Portugal também vai ou não abranger as produções dos Açores.

Segundo António Ventura, o responsável do partido para a agricultura, “pelos contactos efetuados com algumas associações de âmbito regional, dedicadas à produção e comercialização de frutas, legumes e flores, chegamos à conclusão de que elas simplesmente desconhecem essa intenção do Governo da República”.

De acordo com o deputado social-democrata, “é estranho que o ministro da Agricultura tenha referido que, para a dita promoção, estivesse a trabalhar com todo o setor associativo na área das frutas, legumes e flores e que pretende dirigir-se ao mercado internacional sob uma única marca portuguesa e nada se saber sobre isso na Região, ao nível das entidades oficiais”.

 António Ventura pretende saber as razões porque não foram contactadas as associações regionais produtoras e os comerciantes açorianos.
Por outro lado, os deputados do PSD/Açores querem saber se o Governo Regional fez algum contacto com o ministério da Agricultura “a fim de integrar os produtos açorianos nesta iniciativa de promoção internacional e quais os resultados destes contactos. Interessa saber se os produtos açorianos serão tidos em conta, e sob que forma, nessa promoção”.

“Subentendeu-se, pelas palavras do ministro da Agricultura, que os produtos dos Açores não estarão incluídos no lote dos produtos a serem promovidos internacionalmente, enquanto portadores da marca Açores, pelo que também é preciso saber se a manutenção dessa marca implica outros princípios orientadores”, acrescentou.

Entretanto, o presidente da Fruter, Fernando Sieuve Meneses, disse ontem ao DI que desconhece a intenção do Governo da República de criar uma entidade para promover no exterior do país a produção nacional de frutas, legumes e flores.

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Dois mais Seis? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos