Economia

Governo elimina medidas de combate ao desemprego

  • 21 de Junho de 2010
  • 208 Visualizações, Última Leitura a 18 Agosto 2017 às 06:56
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O governo elimina a partir de amanhã várias medidas de combate ao desemprego. Entre os cortes anunciados estão os benefícios concedidos a empresas que empregassem trabalhadores com mais de 45 anos e as acções de formação para empregados sazonais.

A portaria publicada hoje em Diário da República, e que entra em vigor amanhã, refere que vão ser revogadas «anteriores medidas de carácter temporário que haviam sido tomadas (...) com o objectivo de apoiar as empresas e os cidadãos num período excepcional de crise», no âmbito da redução do défice orçamental.

Entre estas medidas, encontra-se a redução de três pontos percentuais da taxa contributiva para as empresas (até 49 trabalhadores) que empregassem pessoas com 45 ou mais anos.

A portaria acaba também com os apoios concedidos no âmbito do Programa Qualificação-Emprego para reforçar as qualificações de trabalhadores e activos desempregados em sectores com ritmo de trabalho intermitente.

Ou seja, trabalhadores da construção civil, cerâmica, metalurgia, metalomecânica, comércio, madeira e mobiliário, têxtil e turismo.

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Dois mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos