Economia

Autarquias de Angra e da Praia da Vitória criam empresa para gestão de resíduos

  • 15 de Junho de 2010
  • 232 Visualizações, Última Leitura a 17 Agosto 2017 às 17:25
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O objectivo dos dois autarcas terceirenses é encontrar a melhor solução para o tratamento de resíduos na ilha, quer do ponto de vista ambiental, quer económico.

A expectativa da autarca de Angra do Heroísmo, Andreia Cardoso e de Roberto Monteiro, da Praia, é que a futura empresa receba resíduos de todas as ilhas do arquipélago, à excepção de São Miguel.

Para além do tratamento de resíduos, os presidentes dos municípios da Terceira pretendem que a empresa desenvolva também projectos económicos, culturais ou recreativos.

Os autarcas asseguram que a empresa intermunicipal vai desempenhar um papel fundamental na implementação de estratégias de desenvolvimento dos dois concelhos e será uma ferramenta de coesão e de sustentabilidade.

Por outro lado, a autarca de Angra do Heroísmo realça que, no âmbito da associação AGESPI, entidade gestora dos parques industriais da ilha Terceira, na qual tomam parte as duas autarquias, a Câmara do Comércio e o Governo Regional, está a ser sinalizado o actual parque industrial e a ser defenida a localização de um novo parque no concelho de Angra.

Roberto Monteiro adiantou que "está em fase adiantada o processo do parque industrial das Lajes, com uma área de 82 mil metros quadrados, com capacidade para 40 lotes".

Quer a presidente de Angra do Heroísmo, quer o da Praia da Vitória entendem que a "potencialização do desenvolvimento económico da ilha passa, também, pela dinamização dos parques industriais".

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Quatro mais Quatro? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos