Economia

Governo Regional quer serviço público de qualidade

  • 4 de Junho de 2010
  • 233 Visualizações, Última Leitura a 19 Novembro 2017 às 04:50
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O vice-presidente do Governo Regional afirmou ontem, em Ponta Delgada, que a reforma da Administração Pública Regional conta com dois aliados estratégicos, ou sejam, os trabalhadores e os cidadãos, uns e outros, agentes activos da mudança, numa cultura de exigência que determina o aperfeiçoamento constante do trabalho desenvolvido.

Sérgio Ávila, que falava na sessão de abertura do seminário internacional " Serviços Públicos - Qualidade de Vida das Populações" reafirmou que o Governo acredita no aprofundamento das políticas do diálogo e da cooperação, sem abdicar da responsabilidade de decidir em nome do superior interesse regional, como meio de alcançar o desenvolvimento e o bem estar de todos os açorianos.

Para o Vice-Presidente, na actual conjuntura internacional adversa, pode-se constatar que esta postura de concertação e exigência na gestão dos recursos públicos será responsável pela minimização dos efeitos negativos, designadamente, para os trabalhadores do sector público, e em termos gerais, para as taxas de empregabilidade mais favoráveis das que são conhecidas noutros contextos territoriais.

O referido seminário, que reuniu em Ponta Delgada sindicalistas provenientes de vários países europeus, foi integrado nas comemorações
do 35.º aniversário do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local, e a sua realização contou com o apoio do Governo
Regional.

Na oportunidade, o Vice-Presidente do Governo defendeu que, aperfeiçoar a Autonomia dos Açores passa, também, por assegurar processos de melhoria contínua na prestação do serviço público e motivar os trabalhadores da Administração Pública Regional a serem colaboradores activos e exigentes nessa tarefa.

Para Sérgio Ávila, todos estão convocados para alcançar estes objectivos sejam os cidadãos, na qualidade de prestadores ou de destinatários dos serviços públicos, sejam as empresas ou as entidades públicas, e os sindicatos, são também, naturalmente, chamados a assumir a sua quota-parte de responsabilidade na construção do bem estar social nos Açores.

O papel da Administração Regional, e o seu contributo para a qualidade
de vida dos cidadãos é, assim, uma preocupação estratégica e prioritária do Governo Regional, com o objectivo de consolidar e reforçar a existência de um serviço público cada vez com maior qualidade, partindo da identificação das necessidades e das expectativas dos próprios cidadãos.

Sérgio Ávila, a esse respeito, referiu que foi traçado pelo Governo um caminho próprio com uma reforma ajustada à realidade regional e à perspectiva de gerar melhorias na prestação do serviço público aos açorianos.

O vice-presidente aproveitando a presença de sindicalistas europeus referiu as principais iniciativas governativas no âmbito da recente reforma legislativa do regime jurídico do exercício de funções públicas, e destacou, entre outras, a harmonização do regime de carreiras, o plano regional para a promoção da qualidade dos serviços públicos, a qualificação dos recursos humanos e a implementação de modelos de gestão eficientes, a avaliação formativa dos trabalhadores, a politica de gestão centralizada dos recursos humanos e o projecto regional de simplificação administrativa e aproximação ao cidadão.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Dois mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos