Economia

Crescimento da produção industrial na zona euro abranda para nível mais baixo desde 2008

  • 1 de Junho de 2010
  • 218 Visualizações, Última Leitura a 17 Novembro 2017 às 19:36
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O crescimento da produção industrial da zona euro abrandou em Maio para o nível mais baixo desde o colapso da Lehman Brothers em 2008, segundo um inquérito hoje divulgado.

A Alemanha registou um “significativo abrandamento” na taxa de crescimento que, segundo o responsável pelo trabalho, Chris Williamson, reflectiu “a rapidez com que a incerteza que rodeia a crise da dívida soberana atingiu os negócios”.

O índice PMI - elaborado pelo Markit Economics nos 16 países da moeda única, com base nos dados revelados pelas empresas acerca do nível da sua actividade - atingiu os 55,8 pontos em Maio, abaixo dos 57,6 pontos de Abril.

“Todos os países sofreram uma deterioração no crescimento da produção e novas encomendas”, referiram os autores do estudo, com a taxa de contracção da produção na Grécia “a acelerar para o nível mais elevado desde Abril do ano passado e para um ritmo semelhante ao registado no pico da crise financeira global”.

Segundo sublinhou Williamson, “o nível de abrandamento da produção industrial em Maio só foi ultrapassado uma vez ao longo dos 13 anos em que se realiza o inquérito, na sequência do colapso” do banco de investimento Lehman Brothers, em Setembro de 2008.

Ainda assim, o responsável referiu que o crescimento das exportações “para perto do valor mais alto da última década”, devido à desvalorização do euro e à primeira subida do emprego dos últimos dois anos, é um sinal positivo.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Nove mais Três? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos