Economia

Mais de nove mil açorianos procuravam emprego em Abril

  • 21 de Maio de 2010
  • 234 Visualizações, Última Leitura a 24 Outubro 2017 às 10:25
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Em Abril deste ano 9275 açorianos procuravam uma oportunidade nos três Centros de Emprego da Região (Ponta Delgada, Angra do Heroísmo e Horta).

Destes, 5933 estavam desempregados, 1476 frequentavam programas ocupacionais, 1259 mostravam-se indisponíveis temporariamente para aceitar oferta de emprego alegando motivos de saúde.

Outros, 607 indivíduos, estavam empregados, mas insatisfeitos com o seu local de trabalho pelo que procuravam melhor saída profissional.

O número de desempregados inscritos até Abril, 5933 indivíduos, traduz um aumento de 22,8 por cento face ao mês homólogo do ano de 2009 e uma redução de 4,4 por cento face ao mês anterior.

Do total de desempregados inscritos nos três centros da Região, 5381 procuravam novo emprego enquanto 552 buscam a primeira experiência laboral. Do total, 3314 eram do sexo masculino e 2619 do sexo feminino, sendo que a taxa de actividade é igualmente superior nos homens.

Relativamente ao tempo de inscrição, 78 por cento estavam inscritos há menos de um ano e os restantes 22 por cento há mais de um ano. No que concerne ao grupo etário, 52, 2 por cento tinham até 34 anos e 40,4 por cento entre os 35-54 anos.

No que respeita ao nível de instrução somente 12,7 por cento dos inscritos frequentaram o ensino secundário e 3,4 por cento o ensino superior. Ao invés, 12,6 por cento não tinham nenhum nível de instrução.

Por grupos profissionais, surgem bastante destacados os trabalhadores não qualificados dos serviços e comércio, operários da indústria extractiva e construção civil e ainda o pessoal de serviços, protecção e segurança, que correspondem precisamente às áreas de actividade mais penalizadas pela crise, ou seja, o comércio e a construção civil.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Dois mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos