Economia

Habitação: Valor médio da avaliação bancária estabiliza em Março

  • 28 de Abril de 2010
  • 217 Visualizações, Última Leitura a 19 Agosto 2017 às 18:36
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O valor médio de avaliação bancária da habitação, em Março, fixou-se nos 1.172 euros por metro quadrado, um valor idêntico ao do mês anterior e que corresponde a uma variação homóloga de 3,8 por cento.

Os dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) indicam que nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto as variações, face ao mês anterior, foram de 0,2 e de -0,3 por cento, respectivamente.

Os concelhos de Lisboa e do Porto mantiveram, em Março de 2010, os valores médios de avaliação bancária de habitação mais elevados: 2.031 euros/metro quadrado e 1.447 euros/metro quadrado, respectivamente.

Em termos nacionais, o valor médio de avaliação bancária dos apartamentos foi de 1.250 euros/metro quadrado, o que representa um decréscimo de 0,2 por cento face a Fevereiro e uma variação homóloga de 3,8 por cento.

As variações homólogas foram positivas em todas as regiões, destacando-se a Região Autónoma dos Açores (8,6 por cento), a do Centro (5,8 por cento) e a do Norte (5,4 por cento).

No que respeita às moradias, o valor médio da avaliação bancária em Março foi de 1.028 euros/mero quadrado, igual ao mês de Fevereiro, e representando uma variação homóloga de 1,6 por cento.

Na análise dos índices por regiões (NUTS III), 14 das 30 regiões subiram, em Março, relativamente ao mês anterior, com os maiores acréscimos a registarem-se na Serra da Estrela (5,4 por cento) e Beira Interior Norte (3,7 por cento).

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Cinco mais Quatro? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos