Economia

Maior presença açoriana marca edição 2010 da Feira Gastronómica da Praia

  • 23 de Abril de 2010
  • 137 Visualizações, Última Leitura a 23 Setembro 2017 às 09:25
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Maior presença regional e a não inclusão de nenhum espaço de restauração internacional são as maiores novidades da XI Feira de Gastronomia do Atlântico, apresentada ontem na Praia da Vitória por Roberto Monteiro, presidente da autarquia.

O certame, que decorre de 30 de Julho a 8 de Agosto no âmbito das Festas Concelhias, terá um orçamento de 150 mil euros, menos 50 mil euros que em 2009, fruto da decisão de não incluir a participação de um restaurante internacional.

Roberto Monteiro justificou esta medida pela “fraca viabilidade que esta presença acabou por ter devido à pouca procura deste género de restauração por parte do público”.

Com a libertação do espaço anteriormente ocupado pelo stand internacional será possível aumentar a presença regional na Feira, que irá contar com dez a doze representantes dos mais diversos produtos certificados, originários das várias ilhas dos Açores, com um local próprio à entrada no recinto.

Este espaço dedicado ao Arquipélago pretende dar resposta, “quer aos anseios dos produtores da Região, quer às expectativas do imenso público local e nacional, bem como proveniente da diáspora, que vinha reclamando a presença de mais produtos regionais originários das diversas ilhas açorianas”, disse Roberto Monteiro.

A maior presença dos Açores na Feira fará notar-se igualmente com a presença do restaurante “Rapa o Tacho”, oriundo de S. Miguel.

Roberto Monteiro anunciou ainda que toda o processo alimentar dos vários participantes no evento será certificado por uma empresa qualificada, de forma a garantir a total fiabilidade dos produtos para consumo dos visitantes, numa aposta clara da organização na qualidade “ factor e critério principal da Feira”, assegurou.

Estão já confirmados os regressos à Feira dos restaurantes “Torres” (Vila Verde), “Estelas” (Peniche), “O Flor” (Serra da Estrela) e “Típico da Bairrada” (Mealhada). Como novidades, apresentam-se pela primeira vez na Praia da Vitória os espaços “Palhinhas de Rio Maior” (Ribatejo), “Comeres Barrosãs” (Boticas), “Porco Preto” (Portalegre) e “Galanta” (Terceira).

A doçaria ficará entregue, entre outros, ao “Forno” de Angra do Heroísmo, “Indústrias Caseiras de Cremilde André” do Algarve, e “Conventual” de Braga, enquanto a oferta de charcutaria inclui iguarias de “ O Bísaro” de Bragança, “Marquês” do Alentejo e “Charcutaria da Serra da Estrela”.

Completam a oferta da XI edição, a Associação de Municípios Portugueses do Vinho, empresas de café e tabaco regional.

De acordo com a organização, o ano passado foram servidas na Feira do Atlântico cerca um total de 30 mil pratos, perfazendo uma média diária de três mil refeições.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Quatro mais Um? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos