Economia

Dinamarqueses e suecos elegem os Açores, quem visita quer regressar

  • 19 de Abril de 2010
  • 241 Visualizações, Última Leitura a 18 Dezembro 2017 às 12:48
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O turista que visita os Açores tem mais de 41 anos, é casado, tem estudos universitários e viaja em férias, fica satisfeito com a escolha e admite voltar ao arquipélago, que foi a sua primeira opção de viagem.

Este perfil médio e global do turista que se desloca aos Açores resulta dos dados de um estudo elaborado pelo Observatório Regional do Turismo entre Abril de 2008 e Setembro de 2009, a que a Lusa teve acesso.

O estudo refere que os homens (53 por cento) são um pouco mais do que as mulheres e que quase um terço dos turistas que visitam os Açores têm entre 56 e 65 anos, sendo que 72 por cento têm mais de 41 anos.

A maioria (80 por cento) é casada e um pouco mais de metade (52 por cento) deslocou-se aos Açores acompanhados por outra pessoa, enquanto 15 por cento viajou sozinho.

Os dados deste estudo indicam ainda que dois terços dos turistas que escolhem os Açores têm estudos universitários.

Para a maior parte dos turistas (86 por cento), os Açores foram a primeira escolha de destino, mas, entre os que consideraram alternativas, as principais opções foram a Madeira (26,4 por cento), Caraíbas (17,6 por cento) e Canárias (16 por cento).

As melhores condições meteorológicas (21,6 por cento), a melhor facilidade de acesso (15,2 por cento) e os preços mais baixos (11,2 por cento) são algumas das razões que levaram a considerar uma alternativa aos Açores.

No que se refere à proveniência, um em cada cinco são oriundos da Dinamarca, seguindo-se a Suécia (13,6 por cento) e o Reino Unido (12 por cento), surgindo Portugal continental na quarta posição, com 10 por cento, sensivelmente o mesmo que a Espanha.

A maior parte esteve pela primeira vez no arquipélago (78 por cento), mas sete por cento dos inquiridos já se tinham deslocado aos Açores quatro vezes ou mais.

As férias são o motivo da viagem para a maioria (84 por cento), enquanto a visita a familiares e amigos motivou 8,7 por cento dos turistas.

O nível de satisfação é quase total, tendo 99 por cento considerado que a satisfação obtida com a deslocação aos Açores foi proporcional aos gastos realizados no arquipélago.

Este grau de satisfação levou a que 74 por cento dos turistas tenham admitido a probabilidade de regressar aos Açores, sendo que 35 por cento consideraram essa hipótese muito provável.

Apenas dois por cento dos turistas que visitaram os Açores afirmaram que não tinham intenção de voltar ao arquipélago.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Sete mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos