Economia

Açores no mercado turístico ambiental

  • 15 de Abril de 2010
  • 246 Visualizações, Última Leitura a 18 Novembro 2017 às 06:23
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

“O essencial é chegar a conclusões e colocá-las em prática”, garantiu o director executivo da Associação Regional de Turismo, José Toste, a propósito das II Jornadas de Reflexão de Animação Turística, que decorrem, a partir de amanhã, no Auditório Municipal das Lajes do Pico.

Debate-se, até ao dia 18, a grande temática do Ambiente e Turismo Responsável  como forma de preservar um meio natural que sustenta esta vertente do sector.

O encontro propõe-se reunir os principais agentes do turismo da região em torno das problemáticas relacionadas com seu o desenvolvimento.

Para o director executivo da ART, a prática de turismo responsável prende-se com a sustentabilidade do sector e com boas práticas no seio das empresas de animação turística.

“Os Açores estão a afirmar-se como destino turístico, principalmente pelas suas condições para o turismo de natureza, e para que consigamos tirar receitas nessa vertente, é preciso que a natureza seja protegida e conservada”, assegurou o director executivo.

“Queremos dar continuidade a um sector que já existe e queremos evitar estragar o que já está feito”, assume.

MONTANHA

As jornadas decorrem no Pico, muito pela multiplicidade de géneros de turismo que podem ser empreendidos na ilha. A montanha, assevera José Toste, “é um ex-líbris do turismo de natureza” praticado nos Açores.

A gestão da montanha figura, de facto, como um dos temas fulcrais das jornadas. A ART pretende discutir formas para explorar o potencial turístico da formação, sem  para isso prejudicar a sua flora ou a sua fauna.

EM 2009

A primeira edição das jornadas decorreu na cidade da Horta e subordinou-se ao tema Estratégias para a Afirmação do Grupo Central como Destino Turístico.

O director executivo da ART salientou o destaque atribuído à discussão da  “importância da marca Açores da promoção do destino e dos seus produtos turísticos, nas dificuldades sentidas pelas empresas de animação turística”.

Este ano, garante José Toste, as jornadas pretendem assumir um carácter bastante distinto, discutindo algumas problemáticas que não foram abordadas na primeira edição do encontro. 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Sete mais Quatro? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos