Economia

Região quer triplicar fundos externos para projetos de inovação

  • 10 de Outubro de 2019
  • 8 Visualizações, Última Leitura a 15 Outubro 2019 às 01:38
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O Governo Regional dos Açores pretende triplicar a captação de fundos externos para o desenvolvimento de projetos de inovação no próximo período de programação 2021-2027, passando de 5,4 milhões de euros, no atual Horizonte 2020, para, no mínimo, 16 milhões de euros ao abrigo do Horizonte Europa, o próximo programa-quadro europeu para a Inovação e Investigação.

A informação foi avançada pelo diretor regional da Ciência e Tecnologia, salientando que o executivo açoriano pretende ainda, simultaneamente, “duplicar o número de entidades envolvidas, passando das atuais sete para, pelo menos, 15 entidades”.

Citado pelo GACS, Bruno Pacheco falava, na Lagoa, no segundo dia do evento ‘Ação de capacitação Horizonte 2020 - H2020 Days@Açores’, sobre as oportunidades de financiamento no âmbito do H2020 e do Horizonte Europa.

“O futuro do Sistema Científico e Tecnológico dos Açores (SCTA) passa pela sua internacionalização, pelo que é imperativo que haja um maior envolvimento das unidades de investigação e das empresas neste desígnio, para que promovam a sua integração em redes de âmbito europeu”, frisou.

Para Bruno Pacheco, “a internacionalização é uma forma de testar o que fazemos e de potenciar o conhecimento residente, assumindo-se como a melhor forma de captar financiamentos externos”.

O diretor regional da Ciência e Tecnologia acrescentou que a internacionalização “contribui também para a transferência de conhecimento”, defendendo ser necessário o envolvimento de mais empresas e uma maior interligação entre o tecido empresarial e as unidades de investigação.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Oito? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos