Economia

Linha de crédito para descarbonização também chega aos Açores

  • 7 de Junho de 2019
  • 26 Visualizações, Última Leitura a 18 Junho 2019 às 22:47
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Lançada esta semana, a primeira linha de crédito nacional para a descarbonização da economia também é uma oportunidade nos Açores.

Os ministérios da Economia e do Ambiente lançaram nesta semana, em que se assinalou o Dia Mundial do Ambiente, uma linha de crédito de 100 milhões de euros para a descarbonização e economia circular, destinada às Pequenas e Médias Empresas (PME) do setor industrial e do setor turístico.

Esta linha de crédito pretende potenciar a inovação e a transição de fontes de energia fósseis para energias renováveis nas empresas, bem como medidas que otimizem processos e alterem até modelos de negócio, tornando-os mais sustentáveis.

Conforme apurou o Açoriano Oriental, esta linha de crédito nacional prevê financiamentos até 10 anos com um máximo de 2 milhões de euros por empresa, sendo também uma oportunidade para as empresas açorianas. Isto porque as PME açorianas de áreas como o setor agroindustrial e, sobretudo, do turismo, que está numa fase de crescimento nos Açores, podem ter através desta linha um duplo benefício, na medida em que para além dos regimes de incentivos regionais, dos quais já beneficiam, podem também aceder em condições de igualdade a esta linha de crédito com juros e garantias apoiadas pelo Governo da República.

Algumas das maiores empresas dos Açores já têm investido na eficiência energética, mesmo sem recorrer as estes mecanismos de financiamento e o próprio Governo dos Açores, através da Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo, tem este tema entre as suas prioridades.

Além de que o próprio contexto da produção energética nos Açores já tem uma forte componente renovável, em grande medida impulsionada pela geotermia.

Segundo refere a Agência Lusa, esta linha de crédito de 100 milhões de euros para a descarbonização e economia circular vai ser operacionalizado por 10 bancos, a quem as empresas açorianas também podem aceder através das suas representações nos Açores.

São eles o Bankinter; o BPI; a Caixa Central do Crédito Agrícola; a Caixa Económica do Montepio Geral; a Caixa Geral de Depósitos; o Euro BIC; o Millennium BCP; o Novo Banco dos Açores; o Novo Banco e o Santander Totta.

Citado pela Agência Lusa durante o lançamento da linha de crédito, o ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, afirmou que a “descarbonização é um desafio” que significa para as empresas também “um esforço de adaptação”.

Por seu lado, o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, também citado pela Agência Lusa, afirmou que falar de ambiente hoje vai muito além de controlo, reciclagem e energias renováveis.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos