Economia

19 doces açorianos candidatos às 7 Maravilhas Doces de Portugal

  • 22 de Abril de 2019
  • 211 Visualizações, Última Leitura a 26 Agosto 2019 às 07:06
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Entre as 907 candidaturas, foram selecionadas por um Painel de Especialistas 420, ficando os Açores representados por 19 iguarias doces de três ilhas: São Miguel, Terceira e Graciosa.

Os vencedores do concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal serão conhecidos a 7 de maio, mas na corrida aos sete melhores por distrito ou região autónoma estão 19 iguarias açorianas.

De acordo com a organização, das 907 candidaturas às 7 Maravilhas Doces de Portugal foram apurados 420 candidatos, entre os quais estão 19 de três ilhas dos Açores: São Miguel, Terceira e Graciosa.

O Painel de Especialistas, constituído por 140 personalidades (sete de cada distrito e regiões autónomas), votou e ficaram identificados os 420 doces que avançam na eleição.

Agora esta lista será reduzida a sete doces por distrito ou região autónoma, chegando à lista final de 140 doces que avançam para votação do público. Estes 140 doces serão revelados a 7 de maio, num programa de televisão a emitir em direto pela RTP1.

Na lista dos doces dos Açores está, vindos de Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira: o Doce de Tomate de Capucho (Doces de Fruta e Mel), o Doce de Vinagre (Doce de Colher e Doce à Fatia), a queijada Dona Amélia (Doce de Território), e o Gelado Dona Amélia (Doces de Inovação), o Mel da Fruter (Doces de Fruta e Mel) e o Pudim Conde da Praia (Doce de Território).

Já da Praia da Vitória, são candidatas a 7 Maravilhas Doces de Portugal: o Alfenim (Doces Festivos), o Bolo de Cenoura com passas e ananás (Doces de Inovação), o Camafeu (Bolo de Pastelaria), o Conde da Praia (Doce de Território), Docinhos de Laranja (Doces de Fruta e Mel) e os Ovos Queimados (Doce de Colher e Doce à Fatia).

Os candidatos de São Miguel são o bolo Sete Cidades (Doces de Inovação), os bolos de pé de torresmo (Biscoitos e Bolos Secos), as Esperanças (Bolo de Pastelaria), o Malamanhado (Doces Festivos), a queijada Ponta Delgada (Doce de Território) e as queijadas de Vila Franca do Campo (Doce de Território). Na lista, está ainda a Queijada da Graciosa (Doce de Território).

Para o presidente das 7 Maravilhas, Luís Segadães, “a nossa doçaria é riquíssima e esta eleição comprova-o, com os dois pilares do projeto bem representados, tanto na tradição como na inovação.

O papel dos especialistas é garantir a idoneidade do processo, fazendo uma pré-seleção daquilo que os portugueses vão votar.

A lista de 140 doces que revelamos a 7 de maio vai ser a cereja no topo do bolo desde processo”, garante, considerando que esta competição é “uma oportunidade de projeção e divulgação dos doces e das suas regiões”.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Nove? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos