Economia

Sazonalidade é o principal desafio do turismo

  • 14 de Abril de 2019
  • 6 Visualizações, Última Leitura a 21 Abril 2019 às 22:33
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Diminuir a sazonalidade é o principal desafio apontado por operadores turísticos na Região. Reconhecida “tendência geral de alargamento da época alta”.

Diminuir a sazonalidade é o principal desafio apontado por diversos operadores turísticos na Região. Com a disponibilidade de camas e serviços reservados na época alta é necessário desenvolver estratégias para continuar a diminuir a sazonalidade e aumentar a rentabilidade na área do turismo.

“A sazonalidade tem de ser encarada como o principal desafio do turismo nos Açores”, referiu Fernando Neves, delegado nos Açores da Associação de Hotelaria de Portugal.

O representante da hotelaria reconhece haver uma “tendência geral de alargamento da época alta”, porque existem muitas pessoas que “procuram fugir das confusões de férias no Verão”.

O empresário sugere a procura de visitantes em “mercados mais frios para viajarem para os Açores na época baixa”, aproveitando o clima com temperaturas amenas.

“Será que não nos devíamos posicionar para apostar mais no mercados dos Estados Unidos da América, Canadá e, eventualmente, o Brasil”, apontou o representante dos hoteleiros. É que o turismo nos Açores poderá sofrer com a pressão emergente do regresso do turismo “com preços baixos” de países do norte de África.

Fernando Neves também aponta a necessidade de se criar e valorizar a rota do vinho ou a rota do queijo.

A existência de novos eventos e programas específicos para captar turistas, na época baixa, poderá ser uma das formas existentes para se diminuir o problema da sazonalidade nos Açores.

Filipe Silva, vogal do conselho de administração do Conselho Diretivo do Turismo de Portugal, admite que o turismo do mercado norte-americano tem vindo a crescer em termos globais no mercado nacional, devido ao crescimento do número de ligações aéreas diretas para os aeroportos de Lisboa e Porto.

O Turismo de Portugal tem efetuado negociações para alargar o aumento de viagens diretas para os Açores, Madeira e Algarve, mas as negociações com as companhias aéreas não são fáceis de concluir com sucesso. “Não são processos imediatos. Exigem muitas negociações para se conseguir motivar as companhias aéreas.

As companhias associam a destinos mais remotos um maior risco da operação e procuram analisar com detalhe os números para avaliar se podem gerar uma nova operação”, explicou o representante do Turismo de Portugal.

Filipe Silva indica que os problemas da sazonalidade são “um tema transversal em todas as regiões do turismo de Portugal”, conjuntamente com os problemas da captação de recursos humanos qualificados.

“Não se sintam os únicos com esses problemas”, referiu o administrador do Turismo de Portugal durante a sessão de encerramento do I Encontro de Turismo Regional dos Açores, que se realizou ao longo dos últimos três dias na ilha de São Jorge.

A diminuição da sazonalidade iria contribuir para aumentar as receitas das empresas ligadas ao turismo, sobretudo na área da hotelaria e restauração, onde se sente a falta de recursos humanos especializados.

“Mais turistas, mais dormidas e mais receitas. É a chave para a sustentabilidade do setor. É com mais rentabilidade que se cria as condições para todos melhorarem no turismo e se consegue apresentar condições para tornar mais apelativa a contratação de recursos humanos”, assinalou Fernando Neves.

Sobre a sazonalidade, Catarina Cymbron, delegada nos Açores da Associação Portuguesa de Agências de Viagens e Turismo, refere que se deve analisar o que se passa com destinos semelhantes.

“As ilhas gregas e a Córsega fecham durante o Inverno e apenas abrem no Verão. A sazonalidade é algo que existe e sempre vai existir. Nós temos todo o interesse em vender no Inverno, porque queremos vender todo o ano”, por isso a solução tem de passar por reforçar as campanhas de promoção no Inverno.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Um? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos