Economia

Câmara do Comércio de Angra quer 15% dos açorianos com painéis solares

  • 12 de Março de 2010
  • 207 Visualizações, Última Leitura a 18 Agosto 2017 às 01:16
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

No prazo de cinco anos, 15 por cento das habitações açorianas devem ter painéis solares como fonte de aquecimento das águas sanitárias. É este o propósito do programa “SolAçores”, apresentado pela Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo ao Governo Regional dos Açores.

O presidente da instituição (que abre uma delegação na Praia em breve), que falava na conferência de imprensa de apresentação do projecto “Diagnóstico Energético às Empresas do Concelho da Praia”, explicou tratar-se de um programa que visa incentivar o uso das energias renováveis pelas famílias açorianas e sensibilizar os açorianos para os apoios governamentais nesse âmbito.

“Actualmente, existe tecnologia que permite que o gasto de uma família em gás, por exemplo, sirva de base ao investimento neste tipo de equipamentos. Por exemplo, numa família de três pessoas, com um gasto mensal em gás de 30 euros, esse valor pode servir para a prestação bancária do crédito para a compra dos painéis. Esse investimento é pago em cinco anos e, a partir daí, por um prazo de 20 anos (a vida útil destes equipamentos) essa família não terá gastos para o aquecimento das águas na sua habitação”, explicou Sandro Paim.

O responsável, nesta conferência, anunciou ainda a realização, na Praia da Vitória, de uma formação sobre certificação energética e nova edição da conferência transatlântica sobre energias renováveis. Ambas com datas a anunciar brevemente.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Dois mais Nove? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos