Economia

Fomentar a exportação em feiras e missões empresariais

  • 22 de Março de 2019
  • 43 Visualizações, Última Leitura a 22 Agosto 2019 às 00:18
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O vice-presidente do Governo Regional revelou que, com o Plano de Feiras e Missões Empresariais, a Região pretende fomentar da capacidade de exportação e o processo de internacionalização das empresas.

“Novos mercados poderão dar a possibilidade de se encontrar locais onde se valorize mais o nosso produto para que a mesma quantidade seja vendida a preço superior, o que é positivo no caso das empresas que têm limite à produção. Para quem tem potencial de crescimento, como, por exemplo, o setor dos laticínios, chegar a novos mercados permitirá o crescimento do volume de vendas”, afirmou Sérgio Ávila, lembrando: “Todas as empresas açorianas que participam nas feiras respondem depois a um inquérito e os resultados dos últimos anos são bastante positivos com crescimento da venda dos produtos da Marca Açores entre os 18 e 20 por cento por ano”.

O governante realçou ainda que recentemente foi anunciada a medida Exportar Açores a qual vai ao encontro das necessidades atuais do mercado global, uma vez que são criadas as condições para que as empresas regionais possam implementar projetos de comercialização e marketing dos seus produtos e serviços, de desmaterialização na relação com clientes, desenvolvimento e implementação de planos de exportação e de internacionalização, incluindo ainda apoios no âmbito da capacitação para a exportação e de consultadoria.

O governante realçou ainda que o Plano de Feiras e Missões Empresariais é um documento estratégico desenvolvido pela SDEA (Sociedade para o Desenvolvimento dos Açores) em parceria com a CCIA (Câmara de Comércio e Indústria dos Açores) que visa apoiar as empresas açorianas no acesso e na consolidação de novos mercados.

“O objetivo do Plano de Feiras e Missões Empresariais de 2019 é dar continuidade à estratégia de desenvolvimento e promoção da Marca Açores e, particularmente, de valorização dos nossos produtos e das nossas empresas nos principais mercados com potencial de aquisição desses produtos e nas principais feiras a nível internacional, principalmente nas dirigidas ao setor agroalimentar”, afirmou.

Assim, este ano, a Região já garantiu a participação de mais de três dezenas de empresas açorianas na 24ª Edição do Salão Internacional do Setor Alimentar e Bebida o qual é considerado a maior plataforma anual de empresas e empresários líder es na exportação.

Dando continuidade ao Plano de Feiras e Missões Empresariais, entre amanhã e terça-feira, 16 empresas dos Açores, dos principais setores agroalimentares, vão participar na Alimentaria Horexpo, que se realiza na FIL, em Lisboa.

A nível internacional e dado a América do Norte ser um mercado prioritário para a exportação açoriana, está agendada a participação das empresas regionais na SIAL Toronto, em finais de abril, com uma presença acentuada da indústria dos laticínios açorianos.

A Summer Fancy Food é mais uma feira internacional que contará com a presença das empresas dos Açores.

Este evento realiza-se entre 23 e 25 de junho, em Nova Iorque, e é considerado o maior evento do segmento do “fine food” dos Estados Unidos da América.

Ainda no panorama internacional, os Açores participam na feira Anuga, que se realiza em Colónia, na Alemanha, entre 5 e 9 de outubro, e é considerada a maior feira europeia dedicada à indústria alimentar que alterna anualmente com a SIAL-Paris.

Para além das feiras elencadas, o governante revelou que o executivo vai continuar a investir nas iniciativas regionais, de forma a potenciar, ainda mais, o consumo interno dos produtos com selo Marca Açores, nomeadamente as Vendas Açorianas e o Mercado Açores, entre outras atividades de ativação da Marca.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Sete? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos