Economia

Autarquia de Angra do Heroísmo reduz IMI em 30 por cento

  • 11 de Março de 2010
  • 224 Visualizações, Última Leitura a 23 Agosto 2017 às 02:09
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A câmara municipal de Angra do Heroísmo, nos Açores, decidiu reduzir em 30 por cento, no próximo ano, o Imposto Municipal sobre Imóveis para “aumentar os incentivos para a fixação rural e no centro histórico da cidade”.

“Pretendemos descriminar positivamente as zonas mais retraídas para potenciar a fixação de jovens nas freguesias da Serreta, Altares, Raminho e Doze Ribeiras bem como no centro histórico”, explicou a presidente da autarquia, Andreia Cardoso.

Falando numa conferência de imprensa anunciou ainda uma redução de 50 por cento das taxas de licenciamento para operações urbanísticas e edificações na zona classificada como Património da Humanidade.

Estas medidas, que vão ser apresentadas para aprovação ao executivo municipal, vão reduzir as receitas camarárias em 170 mil euros.

Por outro lado, e ainda relativamente ao centro histórico classificado, vão ser estudadas com a Direcção Regional da Cultura, “alterações às regras aos limites para reabilitação dos edifícios” alegando a autarca que “os tempos mudaram e os materiais de construção evoluíram”.

Na ocasião adiantou que na freguesia das Doze Ribeiras vai ser construído um pavilhão desportivo orçado em 600 mil euros, bem como está em estudo a localização de um novo parque industrial.

“O actual está esgotado, continua a haver uma elevada procura, e é preciso encontrar outros pólos de desenvolvimento”, preconizou a autarca.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos