Economia

Consumo de água cresce devido ao aumento do turismo

  • 22 de Fevereiro de 2019
  • 187 Visualizações, Última Leitura a 26 Agosto 2019 às 08:05
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

No total do ano o aumento do consumo de água foi de 3,1 por cento, tendo chegado aos 7,9% no setor empresarial, o qual abrange a atividade hoteleira.

O consumo de água na Região aumentou em 2018, tendo este crescimento sido mais expressivo no setor empresarial, o que está relacionado com o crescimento da atividade turística.

No total do ano o aumento do consumo de água foi de 3,1 por cento, tendo chegado aos 7,9 por cento no setor empresarial, o qual abrange a atividade hoteleira, a indústria ou a agricultura, entre outras atividades.

Numa análise a estes dados, o presidente do Conselho de Administração da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos dos Açores (ERSARA), Hugo Pacheco, destacou o papel que o setor do turismo poderá ter tido nestes resultados.

“É claramente na componente empresarial que se verifica o maior aumento o consumo da água, o que pode estar relacionado com o aumento da ocupação turística nos Açores, o que leva a um aumento do consumo de água nas unidades hoteleiras e no alojamento local”, afirmou, destacando que o aumento no setor empresarial se destacou, quer em relação ao doméstico, quer ao público.

De acordo com os dados divulgados pelo Serviço Regional de Estatística dos Açores (SREA), no ano passado consumiram-se 21,3 milhões de metros cúbicos de água no arquipélago dos Açores, o que representa um aumento de 3,1% face a 2017.

Por setores, o maior consumo registou-se no doméstico, 13,29 milhões de metros cúbicos de água, mais 0,9% do que em 2017.

Já no setor empresarial o consumo de água chegou aos 6 milhões de metros cúbicos de água, mais 7,9% que em 2019; e no setor público consumiu-se 2 milhões de milhões de metros cúbicos de água, mais 4,2% que em 2019.

Para Hugo Pacheco, este aumento do consumo de água está dentro dos parâmetros considerados normais.

“Procuramos sempre que haja um uso eficiente da água, uma vez que a água é um recurso natural escasso, o que obviamente leva a que tenhamos preocupações com a sua boa utilização, mas estes valores de aumento não são alarmantes. São considerados valores normais”, esclareceu.

O responsável da ERSARA realçou ainda que mudança de hábitos como o aumento do consumo de água da torneira pode ter influência no aumento do consumo.

“A maior confiança na água da torneira aumenta o seu consumo. Mas cada vez mais as redes de abastecimento estão mais extensas e há a possibilidade da agricultura consumir água da torneira, o que também leva ao aumento de consumos”, revelou. Mesmo assim, Hugo Pacheco alerta para a necessidade de realizar um consumo eficiente de água.

“O consumo de água tem de ser feito com eficiência, para dar resposta a necessidades do consumidor, e não por perdas de água”, frisou, explicando que torneiras a pingar e lavagens de exteriores com água da torneira poderão ser formas de desperdiçar água.

Nesse sentido, o responsável da ERSARA revelou que está a ser preparada uma campanha, para ser lançada ainda este ano e dirigida a toda a população, apelando ao consumo eficiente de água em casa.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Dois? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos