Economia

Taxa de desemprego nos Açores foi de 8,6% em 2018

  • 7 de Fevereiro de 2019
  • 12 Visualizações, Última Leitura a 19 Fevereiro 2019 às 17:22
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

A taxa de desemprego média nos Açores em 2018 situou-se em 8,6%, apresentando a Região com o segundo valor elevado do país, divulgou o Serviço Regional de Estatística dos Açores (SREA).

A taxa de 8,6% é inferior em 0,4 pontos percentuais (p.p.) relativamente ao ano de 2017 e, segundo o SREA, a taxa anual mais baixa da atual série do Inquérito ao Emprego, iniciada no 1º trimestre de 2011, há oito anos.

A nível nacional a taxa de desemprego em 2018 foi de 7%, sendo que a taxa de desemprego foi superior à média nacional em cinco regiões: Madeira (8,8%), Açores (8,6%), Área Metropolitana de Lisboa (7,4%), Norte (7,3%) e Alentejo (7,2%).

Face a estes dados os TSD/Açores acusaram ontem o Governo regional de ser “incapaz de reduzir a taxa para valores inferiores à média nacional”.

Em nota enviada à comunicação social, o líder dos Trabalhadores Social-Democratas dos Açores (TSD/Açores) manifesta a sua profunda preocupação com a evolução negativa que o desemprego continua a registar na Região.

“Continuamos, infelizmente, a divergir da média nacional. E é forçoso concluir que a crise ainda não acabou nos Açores, porquanto se regista um número de desempregados bastante superior ao que se verificava há dez anos”, afirma.

Joaquim Machado defende que as políticas de combate ao desemprego e promoção do emprego são inconsequentes.

“Há menos açorianos com emprego, aumentam a precariedade laboral e o trabalho parcial, predomina o emprego com baixa remuneração e não conseguimos, tão-pouco, beneficiar da conjuntura internacional e portuguesa favorável à criação de postos de trabalho”, disse, acrescentando que a tudo isto acresce “o elevado número de trabalhadores integrados em programas de ocupação temporária, cerca de 5 mil.

E ainda de muitos jovens integrados em programas de estágio, tratando-se, portanto, de emprego subsidiado, que tem impacto estatístico, mas com pouca relevância na criação efetiva de postos de trabalho”.

Com uma opinião distinta a diretora regional do Emprego e Qualificação Profissional considerou ontem que os dados do SREA “confirmam a trajetória favorável” do emprego nos Açores nos últimos anos.

Para Paula Andrade os dados validam “a consolidação da tendência de decréscimo da taxa de desemprego verificada desde 2013 e o crescimento do emprego”, acrescentando que “é de realçar, igualmente, a descida continuada da taxa de desemprego desde 2013, quando foi de 17%, ou seja, em cinco anos desceu praticamente para metade”.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Quatro? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos