Economia

Plano para crescimento sustentável da apicultura

  • 10 de Janeiro de 2019
  • 150 Visualizações, Última Leitura a 16 Setembro 2019 às 10:43
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Governo apresentou proposta de plano estratégico para a apicultura que inclui 40 ações.

O Governo dos Açores está a apresentar nas várias ilhas dos Açores a proposta de Plano Estratégico para a Apicultura, a implementar na próxima década, para fomentar o crescimento sustentável do setor.

Na apresentação pública do documento, na terça-feira, em São Miguel, o secretário regional da Agricultura e Florestas destacou quatro ações emblemáticas das 40 que constam da proposta de Plano Estratégico para a Apicultura nos Açores, elaborado por um grupo de trabalho.

Segundo João Ponte, logo que o Plano seja aprovado, será desencadeado o processo de revisão do decreto legislativo regional que regula a atividade apícola com o objetivo de o atualizar, para que o setor continue a aumentar a capacidade produtiva de forma ajustada às condicionantes de cada ilha.

Por outro lado, no âmbito de alterações ao POSEI 2020, será proposta a criação de uma ajuda que promova a melhoria da extração e comercialização do mel feito por cooperativas ou melarias licenciadas, revelou o governante.

João Ponte anunciou ainda que será incrementada a troca de conhecimentos entre os apicultores, organizando de dois em dois anos um Fórum Regional de Apicultura e uma Feira Regional do Mel, cuja primeira edição se realizará em 2020, em São Miguel.

O secretário regional adiantou também que serão garantidos os meios financeiros necessários para reabilitar e, em alguns casos, reativar os apiários dos Serviço de Desenvolvimento Agrário, a par do repovoamento do efetivo apícola, através do apoio à multiplicação e aquisição de rainhas, com o propósito de melhorar o património genético na Região.

No que diz respeito ao estímulo do rendimento dos apicultores, João Ponte salientou que o mesmo será feito através do fortalecimento das organizações e da majoração dos incentivos a conceder aos apicultores que forem associados.

“Esta proposta de Plano é um ponto de partida para um caminho que queremos de envolvimento e motivação dos apicultores, das suas organizações e dos técnicos da Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, que permita que a apicultura possa crescer de forma sustentável”, afirmou João Ponte, apelando a todos os agentes do setor agrícola a darem contributos para o documento.

Depois de São Miguel, o Plano será apresentado amanhã na ilha Terceira.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Oito mais Quatro? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos