Economia

Governo dos Açores anuncia abertura de um novo aviso do VITIS em 2019

  • 21 de Dezembro de 2018
  • 58 Visualizações, Última Leitura a 20 Março 2019 às 21:38
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas anunciou que será aberto no segundo semestre de 2019 um novo aviso para o programa de apoio à vinha, denominado VITIS, que tem sido de grande importância para reestruturar as vinhas, criar emprego e riqueza nos Açores.

“Nos últimos anos temos assistido a uma verdadeira revolução tranquila na Região, através da recuperação que tem sido feita da paisagem de zonas com vinha. Este é um trabalho muito importante do ponto de vista ambiental, social e económico que importa prosseguir”, afirmou João Ponte, desafiando os produtores a continuarem a apostar na vinha e no vinho e a candidatarem-se ao novo aviso do VITIS.

O governante falava quinta-feira, no concelho de Vila Franca do Campo, à margem da visita a uma exploração de vitivinicultura que produz vinho classificado como Identificação Geográfica Protegida (IGP).

João Ponte adiantou que, nos últimos cinco anos, a Região passou de pouco mais de 200 hectares para cerca de 1.000 hectares aptos à produção de vinhos certificados, com grande destaque para a ilha do Pico, onde o setor vitivinícola é particularmente relevante.

“O crescimento do setor vitivinícola deve-se, em larga medida, à capacidade empreendedora dos viticultores, que, aproveitando os apoios concedidos ao abrigo do programa VITIS, têm feito um grande trabalho na recuperação de grandes áreas de produção de vinha. Desde 2014 foram aprovados projetos num montante global de 21 milhões de euros, que permitirão reconverter e preservar cerca de 800 hectares de vinha", frisou.

“Este valor dá bem nota da importância do VITIS para a economia da Região, tendo criado oportunidades para o crescimento da produção de vinho apto a ser certificado, que, em 2018, atingiu o valor recorde de 400 mil litros”, adiantou João Ponte.

Por outro lado, o Secretário Regional salientou que tem havido uma crescente valorização da produção e notoriedade dos vinhos dos Açores, indicadores que dão boa nota do dinamismo do setor.

João Ponte defendeu que “o grande desafio deste setor passa pela capacidade de encontrar novos investidores e novos mercados, capazes de valorizar ainda mais os vinhos únicos e genuínos dos Açores, cuja produção irá crescer de forma muito significativa nos próximos anos”.

Para o Secretário Regional, é essencial que “os produtores locais percebam também o quanto é importante a aposta em vinhos açorianos certificados, para garantir a sustentabilidade desta importante atividade”.


Fonte: GaCS

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Cinco? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos