Economia

Sistema Regional de Informação sobre Resíduos já tem quase 500 entidades inscritas

  • 8 de Março de 2010
  • 185 Visualizações, Última Leitura a 26 Setembro 2017 às 12:52
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

O Governo Regional dos Açores anunciou hoje que cerca de meio milhar de entidades, entre produtores e organismos públicos, já se inscreveram no novo Sistema Regional de Informação sobre Resíduos (SRIR), o que representa um "sucesso extraordinário".

"Em três meses já estão inscritas 492 entidades", afirmou Frederico Cardigos, director regional do Ambiente, numa conferência de imprensa realizada no Jardim Botânico do Faial, salientando “o interesse que o sistema está a despertar”.

Frederico Cardigos frisou que o SRIR é um sistema "simples, útil e gratuito, ao qual vale a pena aderir”, que visa reduzir os resíduos não urbanos na região, especialmente os perigosos e os hospitalares.

Nesta fase inicial está a ser recolhida informação sobre os produtores de resíduos do arquipélago para elaborar uma base de dados online sobre todo o tipo de resíduos que são produzidos nas ilhas.

“Se, por exemplo, houver alguma oficina que não produza óleos usados, é porque há algum problema”, afirmou Frederico Cardigos, acrescentando que, nesse caso, a Inspecção Regional do Ambiente deverá actuar para perceber onde está o problema.

O director regional do Ambiente revelou ainda que o primeiro relatório dos resíduos nos Açores, com base na informação que agora está a ser recolhida pelo SRIR, será divulgado em Junho.

O programa, que pretende fomentar a reutilização, a reciclagem e a valorização dos resíduos, obriga os produtores a implementar um Plano de Prevenção e Gestão de Resíduos.

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Um mais Quatro? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos