Economia

Novo concurso para a formação de ativos na área da hotelaria

  • 14 de Dezembro de 2018
  • 42 Visualizações, Última Leitura a 21 Abril 2019 às 22:50
    • *
    • *
    • *
    • *
    • *

Vai ser aberto um novo concurso de candidaturas para a formação de ativos (sobretudo) no setor do turismo, mais precisamente na área da hotelaria.

O anúncio foi feito ontem, em Ponta Delgada, pela Diretora Regional do Emprego e Qualificação Profissional, Paula Andrade, enfatizando a importância da “formação e qualificação”.

Nesse sentido, realizou-se ontem uma reunião entre as diretoras regionais do do Emprego e Qualificação Profissional e do Turismo, envolvendo ainda empresários, com vista a identificar potenciais áreas de formação na hotelaria.

“O Governo dos Açores, através da Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional, irá promover a abertura de um novo concurso de candidaturas para a formação de ativos, que se já encontram a trabalhar, no âmbito do Programa Operacional Açores 2020”, referiu Paula Andrade, citada numa nota do GACS.

Que fez notar que, “atendendo à importância do impacto da formação ao nível da capacitação e qualificação dos recursos humanos da Região, potenciando a competitividade das empresas, torna-se crucial o envolvimento de todas as partes neste processo”.

Por seu turno, a Diretora Regional do Turismo realçou o atual contexto socioeconómico da Região, com “grandes alterações face a novos desafios, como é o caso do crescimento que se verifica no setor turístico, influenciando fortemente o tecido empresarial, potenciando novos investimentos e novas perspetivas de emprego em vários setores da economia regional”.

“Considerando o enorme potencial turístico do arquipélago dos Açores, a relevância do turismo na economia regional e o crescimento da oferta deste setor, torna-se fundamental qualificar em permanência os serviços, de modo a garantir a consolidação de uma oferta diferenciada e exclusiva para o turista em todas as componentes que devem compor aquilo que é o Destino Açores”, sublinhou Cíntia Martins.

Na sua ótica, e de acordo com a mesma fonte, é “especialmente importante” ouvir os agentes do setor para “perceber quais os seus maiores desafios em termos de qualificação, nomeadamente no que diz respeito aos recursos humanos, enquanto prioridade do Governo dos Açores, não só por ser um fator diferenciador, mas também para que possamos garantir a qualidade dos serviços, com profissionais do setor empenhados e qualificados”.


Fonte: Açoriano Oriental

 

Comentários

Deixar Comentário

Quantos são Quatro mais Seis? O que é isto?

Pesquisar

Conhecer Todos
Conhecer Todos